SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!

SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!
Enquanto Houver Razões Eu Não Vou Desistir

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

TSE JÁ RECEBEU 29 PEDIDOS DE REGISTRO DE PESQUISAS ELEITORAIS

Mariana Jugmann - Agência Brasil

As pesquisas têm de seguir critérios científicos, que incluem amostragem mínima, segmentação dos entrevistados e metodologia, entre outras coisas.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já recebeu 29 solicitações de registro de pesquisas eleitorais feitos por empresas e entidades especializadas nesse tipo de serviço. Deste total , seis pedidos são para levantamentos de âmbito nacional e 23 para pesquisas sobre eleições estaduais.

As solicitações obedecem à nova norma do tribunal, que estabeleceu a necessidade de comunicação prévia para os levantamentos este ano. As pesquisas têm de seguir critérios científicos, que incluem amostragem mínima, segmentação dos entrevistados e metodologia, entre outras coisas. As chamadas sondagens ou enquetes, que não obedecem a esse tipo de critério, estão proibidas este ano.
A resolução do TSE permite que os institutos utilizem equipamentos eletrônicos como tablets e similares, mas estabelece que eles podem ser submetidos a auditoria dos técnicos do tribunal a qualquer momento. As pesquisas poderão ser divulgadas até um dia antes das eleições, exceto as de boca de urna, que só poderão ser veiculadas após o término da votação.
Os registros de pesquisas eleitorais podem ser feitos no TSE, em caso de levantamentos de opinião pública sobre os candidatos à Presidência da República, e nos tribunais regionais eleitorais, no caso das candidaturas para o Senado, a Câmara dos Deputados e os governos estaduais. A divulgação de informações de pesquisas não registradas pode acarretar multa de até R$ 106 mil.
Postado por NOMINUTO

HOJE SERÁ DEFINIDO O CANDIDATO DO PMDB PARA DISPUTAR O GOVERNO DO RN


Não tem como esconder mais o leite... Hoje tem reunião do diretório estadual do PMDB para discutir o pleito deste ano, será  às 16h, em Natal, o encontro vai contar com todos os “caciques” do partido e pela primeira vez, o nome defendido publicamente por eles vai aparecer para todo Estado... 

Hoje é o fim de um mistério que perdura há meses...

O ex-senador Fernando Bezerra estará presente na reunião...

Postado por Fogo Contra Fogo (Daniel Monteiro)

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Lei Anticorrupção entra em vigor nesta quarta-feira

Lei federal estabelece punições à empresas e pessoas jurídicas cujos empregados ou representantes corrompam agentes públicos ou fraudem licitações.

Agência Brasil
Cento e oitenta dias após ser sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, a lei federal que estabelece punições à empresas e pessoas jurídicas cujos empregados ou representantes corrompam agentes públicos ou fraudem licitações vai entrar em vigor nesta quarta-feira (29). A lei foi aprovada pelo Congresso Nacional em resposta aos protestos populares que, em junho de 2013, tomaram as ruas de todo o país exigindo, entre outras coisas, o fim da corrupção.

Publicada no Diário Oficial da União de 2 de agosto de 2013, a chamada Lei Anticorrupção Empresarial (Lei nº 12.846 ) estabelece que empresas, fundações e associações passarão a responder civil e administrativamente sempre que a ação de um empregado ou representante causar prejuízos ao patrimônio público ou infringir princípios da administração pública ou compromissos internacionais assumidos pelo Brasil. É a chamada responsabilização objetiva, prevista nas esferas civil e administrativa.

A lei prevê a aplicação de multas às empresas que forem condenadas. Os valores podem variar de 0,1% a 20% do faturamento bruto da companhia. Não sendo possível fixar a sanção com base nesse critério, o valor poderá ir de R$ 6 mil a R$ 60 milhões - pena que não exclui a obrigação da empresa reparar integralmente o prejuízo causado aos cofres públicos. A decisão condenatória deverá ser publicada em veículos de comunicação de grande circulação, dando publicidade ao fato às custas da própria condenada. O nome da empresa ainda será inscrito no Cadastro Nacional de Empresas Punidas (Cnep), criado por meio da lei.

A condenação administrativa por ato ilícitos não afasta a hipótese da empresa ou entidade ser responsabilizada na esfera judicial e nem a punição individual a seus dirigentes ou administradores. Além da multa, a empresa ou entidade ainda pode ter seus bens sequestrados e suas atividades suspensas ou interditadas. Dependendo da gravidade do caso, a Justiça poderá inclusive determinar a dissolução compulsória da companhia ou entidade.

Segundo o secretário de Transparência e Prevenção da Corrupção, da Controladoria-Geral da União (CGU), Sergio Seabra, a lei é importante por permitir a responsabilização de quem corrompe. No Brasil, historicamente, a punição recai quase que exclusivamente sobre servidores públicos que se deixam corromper e aceitam vantagens indevidas para beneficiar pessoas físicas ou jurídicas.

"As empresas que ainda não tratam do assunto com a devida atenção vão perceber que é muito melhor investir em ética e integridade do que apostar na impunidade, em um modelo de negócio arcaico", disse Seabra à Agência Brasil.

Ainda de acordo com o secretário, a nova lei tem um efeito pedagógico ao prever, também, a possibilidade de as companhias que tiverem implementado mecanismos corporativos de prevenção e combate à corrupção terem suas penas atenuadas caso venham a responder pela iniciativa de um funcionário. "Não vai bastar alegar que dispunha de ferramentas de controle, de denúncia. Para que a companhia tenha sua pena atenuada, caso surja algum problema desse tipo, ela vai ter que comprovar que os mecanismos adotados são eficientes e que já estavam em prática".

A expectativa é que o decreto regulamentando aspectos como o rito processual, os critérios para aplicação das multas, as competências de cada órgão fiscalizador, os fatos agravantes ou atenuantes da prática ilícita e quais mecanismos corporativos de controle de irregularidades seja publicado até a entrada da lei em vigor, ou seja, até quarta-feira. Após isso, as controladorias de estados e municípios deverão editar suas normas locais.

"Temos conversado bastante com os representantes de estados e municípios e há um grande interesse de que os regulamentos de todas as esferas sejam o mais harmônicos possíveis para evitar disparidades, confusão e insegurança jurídica", disse o secretário.

Para Marina Martins Ferro, coordenadora de projetos do Instituto Ethos, organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) que reúne mais de 250 companhias em torno do Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção, a nova legislação pode se tornar um divisor de águas. "A punição de pessoas jurídicas pode trazer uma mudança cultural. É para isso que a lei tem não só o caráter punitivo, mas também os de inibir e de educar. Para evitar as multas de valor elevado, as empresas vão ser menos complacentes. Tanto que, nos últimos meses, temos percebido um maior interesse das empresas pelos mecanismos para prevenir tais práticas".  Pela nova lei, são atos lesivos à administração pública prometer, oferecer ou dar, direta ou indiretamente, vantagem indevida a agente público ou a alguém a ele relacionada; financiar, custear, patrocinar ou subvencionar a prática de atos ilícitos; ocultar ou dissimular reais interesses ou a identidade dos beneficiários dos atos praticados e fraudar ou impedir licitações públicas e contratos. Também estão passíveis de responsabilização as empresas ou entidades que oferecerem vantagens ao responsável por licitação pública; que forem criadas de modo fraudulento ou irregular apenas para participar de licitação pública ou celebrar contrato administrativo; que manipularem ou fraudarem o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos celebrados com a administração pública e dificultar a investigação ou fiscalização por órgãos, entidades ou agentes públicos e aquelas que intervirem na atuação das agências reguladoras e dos órgãos de fiscalização do sistema financeiro nacional.

Fonte: Nominuto

Leonardo Boff: Hoje a revolução significa puxar os freios de emergência


Por Leonardo Boff:  Atribui-se a Karl Marx esta frase pertinente: “só se fazem as revoluções que se fazem”. Quer dizer, a revolução não configura um ato subjetivo e voluntarista. Quando assim ocorre, é logo vencida por imatura e falta de consistênica.   A revolução acontece quando as condições da realidade estão objetivamente maduras e  simultaneamente existe nos grupos humanos a vontade subjetiva de querê-la. Então ela irrompe com chance, nem sempre garantida, de vencer e se consolidar.

Atualmente teríamos todas as condições objetivas para uma revolução. Revolução é aqui tomada no seu sentido clássico como a mudança dos fins gerais de uma sociedade que cria os meios adequados para alcançá-los, o que implica a mudança nas estruturas sociais, jurídicas, econômicas e espirituais desta sociedade.

Atualmente a degradação geral em quase todos os âmbitos, especialmente na infra-estrutura natural que sustenta a vida é tão profunda que, em si, se necessitaria de uma radical revolução. Do contrário, podemos chegar tarde demais e assistir a catástrofes ecológico-sociais de magnitude nunca antes vividas pela história humana.

Mas não existe ainda, nos “donos do poder” a consciência subjetiva desta urgência. Nem a querem. Preferem manter seu poderio mesmo com o risco de eles mesmos sucumbirem num eventual Armagedon. O Titanic está afundando mas sua obsessão por ganhos é tão grande que continuam comprando e vendendo joias como se nada estivesse acontecendo.

Geralmente as “revoluções” são feitas pelos poderosos que se antecipam aos oprimidos, dizendo, como com frequência se pratica no Brasil:”façamos nós a “revolução” antes que o povo a faça”. Naturalmente não se trata de uma revolução, mas de um golpe de classe, usando, como no caso da “revolução de 1964”as forças armadas para esse fim. Esses vitoriosos tem seus acólitos que lhes cantam a loas, levantam-lhe monumentos, dão nomes às ruas, pontes e praças aos golpistas, como ainda persiste no Brasil.

A história dos vencidos raramente é feita. Sua memória é apagada. Mas às vezes esta memória vem à tona como uma força denunciatória perigosa. Foi mérito, por exemplo, do historiador mexicano Miguel León-Portilla de narrar o “Reverso da Conquista” da América Latina pelos ibéricos. Ai recolhe os testemunhos dramáticos e lancinantes das vítimas astecas, mais e incas. Em português foi traduzido por “A conquista da América Latina vista pelos Indios”(Vozes 1987). Vejamos apenas um testemunho indígena por ocasião da tomada de Tlatelolco (próxima da capital Tenochtlitlan, atual cidade do México). É simplesmente de chorar:

“Nos caminhos jazem dardos quebrados; os cabelos estão espalhados; destelhadas as casas; incandecentes seus muros; vermes abundam  por ruas e praças e as paredes estão manchadas de miolos arrebentados; vermelhas estão as águas, como se alguém as tivesse tingido; temos mastigado grama salitrosa, pedaços de adobe, lagartixas, ratos e terra em pó e mais os vermes”(León-Portilla, p. 41).

Tais tragédias nos colocam a questão nunca respondida satisfatoriamente: tem sentido a história? Sentido para quem? Há todo tipo de interpretações,  das mais pessimistas que veem a história como a sequência de guerras, assassiantos e matanças, até as mais otimistas, como aquela dos iluministas que pensavam a história como  um crescimento na direção do progresso sem fim e de sociedades cada vez mais civilizadas.

As duas grandes guerras mundias, a de 1914 e a de 1939, e as que se seguiram após, vitimando cerca de 200 milhões pessoas, pulverizaram esse otimismo. Hoje ninguém nos pode dizer em que direção caminhamos: nem os sábios e santos Dalai Lama e o Papa Francisco. Mas os eventos se sucedem com toda a sua ambiguidade, alguns esperançadores, outros amedrontadores.

Filio-me à tradição judaico-cristã que afirma: a história só pode ser pensada partir de dois princípios: o da negação do negativo e o do cumprimento das  promessas. A negação do negativo quer dizer: o criminoso não vai triunfar sobre a vítima. O peso do negativo da história  não detém o sentido definitivo. Pelo contrário, o Criador “enxugará toda lágrima dos olhos, a morte não existirá mais nem haverá luto nem pranto, nem fadiga, porque tudo isso já passou”(Apocalipse 21,4).

O princípio do cumprimento das promessas sustenta:”eis que renovo todas as coisas; haverá um novo céu e uma nova terra; Deus morará entre nós e todos os povos serão povos de Deus”(Apocalipse 21, 5; 1 e 3). É a esperança imorredoura da tradição bíblica que não desaparecia nem quando judeus eram levados às câmaras  nazistas de extermínio.

Com referência à situação atual reporto-me a uma frase de Walter Benjamin, citada por um seu estudioso franco-brasileiro, Michael Löwy:”Marx havia dito que as revoluções são a locomotiva da história mundial. Mas talvez as coisas se  apresentem de maneira completamente diferente. É possível que as revoluções sejam o ato, pela humanidade que viaja nesse trem, de puxar os freios de emergência”(Waler Benjamin:aviso de incêncio,  Boitempo 2005, p. 93-94). Nosso tempo é de puxar os freios antes que o trem se  arrebente no fim da linha.

Leonardo Boff escreveu Cuidar da Terra – proteger a vida: como escapar do fim do mundo,Record, Rio 2010.

Postado por Daniel Pearl 
Fonte: Guerrilheiros Virtuais

A "GUERRILHA" DA REDE GLOBO POR AUDIÊNCIA

'O jornalista Daniel Castro observou nesta semana no seu antenado sítio Notícias da TVque “a Globo não é mais a mesma. No último domingo, a emissora permaneceu durante uma hora e 54 minutos sem intervalos comerciais, em pleno horário nobre. Ela lançou mão de uma estratégia de programação que sempre criticou na Record e SBT, por privilegiar a audiência. Depois de um bloco de quatro minutos de comerciais no Domingão do Faustão, a Globo ficou sem intervalos das 19h20 até as 21h14. Foram uma hora e 25 minutos de Domingão do Faustão e 29 minutos de Fantástico sem ir para o break... O que a Globo fez é chamado de estratégia de guerrilha”.

Ainda segundo o jornalista, “a emissora fez um intervalo comercial exatamente no momento em que a Record trocava O Melhor do Brasil pelo Domingo Espetacular, sua maior audiência atualmente, e só voltou a ter break quase uma hora e meia depois. Assim, fez tudo o que podia para manter seu telespectador longe do controle remoto. Funcionou. O Domingo Espetacular perdeu um ponto em sua média (deu 9 na Grande São Paulo). Fontes da Globo negam que tenha sido uma estratégia de programação para combater a Record. Dizem que o Domingão do Faustão já estava gravado desde dezembro com a ‘paginação’ levada ao ar. E que o longo tempo sem intervalo foi uma coincidência”.

A desculpa das “fontes” da emissora, porém, não convence. Várias estatísticas confirmam que a TV Globo está em franco declínio. O tradicional e envelhecido “Fantástico” já perdeu há muito tempo a sua condição de líder incontestável das tardes de domingo. Já o Jornal Nacional teve a pior audiência da sua história em 2013. Nos últimos dois anos, o principal programa jornalístico da emissora registrou perdas anuais de 10%. Na última década, o afastamento dos telespectadores do JN é ainda mais drástico. O telejornal perdeu quase 30% da sua audiência.

As novelas e outros entretenimentos também estão em baixa. Como registrou Keila Jimenez, da Folha, a emissora não terá saudades de 2013. “De 1º de janeiro a 26 de dezembro, a média diária (das 7h à meia-noite) da TV Globo na Grande São Paulo foi de 14,3 pontos. Em 2012, a rede marcou 14,7 pontos. Cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande São Paulo”. É o pior índice já registrado pela poderosa rede durante um ano. O uso de “estratégias de guerrilha” visa exatamente estancar este sangramento, que pode afetar os seus bilionários recursos em publicidade!'

Por Altamiro Borges (Blog do Miro)
Fonte: Saraiva 13

Entre os brasileiros consultados, 71% afirmam estar satisfeitos com a própria vida, acima da média mundial, de 60%

Beatriz Bulla, da Agência Estado

O Brasil ficou em décimo lugar em ranking dos países mais felizes do mundo, de acordo com a pesquisa Barômetro Global de Otimismo, feita pelo Ibope Inteligência em parceria com aWorldwide Independent Network of Market Research (WIN). O levantamento foi feito em 65 economias, a partir de 66.806 entrevistados.

Entre os brasileiros consultados, 71% disseram estar satisfeitos com a própria vida, acima da média mundial, que é de 60%. A porcentagem de brasileiros felizes, que havia subido de 76% em 2011 para 81% em 2012, caiu no levantamento mais recente. A média mundial, que era de 53% nos últimos dois anos, melhorou.

Mesmo se não existissem barreiras ou impedimentos, a maioria dos brasileiros (53%) não se mudaria para outro País. 
Fonte: Saraiva 13

Gustavo Fernandes pleiteou aumento de funcionários no BB de Nova Cruz

O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB), o presidente da Câmara de Nova Cruz, Thiago da Costa (PMDB), a vereadora Maria de Fátima (PT) e o ex-vereador Ronaldo se reuniram, nesta terça-feira (28), com o superintendente de varejo do Banco do Brasil, Amaury Aguiar, e o superintendente de negócios, Jean Michel, para cobrar o aumento no efetivo de funcionários da agência do banco no município.
O deputado e as lideranças de Nova Cruz explicaram que o quadro atualmente é insuficiente para atender a demanda de serviços dos moradores da cidade, que têm reclamado da demora no atendimento. Os representantes do BB afirmaram que serão convocados funcionários aprovados no último concurso público realizado pela instituição para melhorar o atendimento na agência de Nova Cruz.
Fonte: Robson Pires

Vice-governador Robinson Faria visita Fiart

O vice-governador Robinson Faria (PSD) visitou nesta terça-feira (28) a 19ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart). Na feira, Robinson recebeu atenção do coordenador geral, Neiwaldo Guedes que caminhou com o ele pelo espaço de exposição.
Durante a visita, o vice-governador conversou com os artesãos sobre os desafios e o apoio que a categoria precisa. Como faz em todas as edições, o vice-governador dialogou também com os representantes dos municípios do interior que estavam expondo os produtos do artesanato potiguar. Esse ano a Fiart conta com 385 estandes e tem programação até o próximo dia 2 de fevereiro.
Fonte: Robson Pires

“Quando esteve no Senado, Rosalba não ajudou a trazer Copa para Natal”

A vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, não gostou das palavras ditas pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM), durante as seguidas solenidades de inauguração da Arena das Dunas. A democrata enfatizou que assumiu a gestão com Natal quase sendo excluída do mundial devido a demora no início das obras do novo estádio, mas “agarrou o projeto” para confirmar a capital potiguar na Copa do Mundo de 2014.
“Rosalba quando era senadora nunca tentou nos ajudar a trazer a Copa. Só apareceu quando a cidade foi anunciada como sede, só para comemorar junto com a população”, relembrou Wilma de Faria em entrevista concedida ao programa Boa Tarde Cidadão, da Band Natal, e repercutida pelo Jornal de Hoje.
Fonte: Robson Pires

PF INVESTIGA 185 CONTRATOS NO RN COM SUSPEITA DE CORRUPÇÃO

PF conduz as investigações que envolvem suspeita de uso indevido de verbas federais

A Polícia Federal tem em curso 185 inquéritos originários de contratos com verbas federais no Rio Grande do Norte, todos suspeitos de desvios e corrupção. O levantamento ao qual teve acesso a TRIBUNA DO NORTE revelou a predominância de crimes  praticados por prefeitos – são 136 no total. Mas há também delitos envolvendo outros agentes públicos, inclusive servidores em geral. A mescla de ações contra os cofres públicos e dinheiro da União envolve ainda peculato, corrupção passiva, corrupção ativa e tráfico de influência. É a primeira vez que a PF divulga o mapeamento das investigações desse tipo de crime.

Há 12.870 inquéritos em curso em todo o País que apuram delitos dessa natureza - peculato, desvios, violação à Lei de Licitações por cartéis e outros atos lesivos ao patrimônio público. Esse número representa quase 12% de todas as investigações da PF, que totalizam 108.822 inquéritos. A Região Nordeste é a mais afetada pela ação do crime organizado. Ela concentra 5.371 inquéritos, 41,7% dos procedimentos. A PF atribui essa demanda ao fato de a União destinar mais constantemente um maior volume de verbas para cidades e Estados sob a tutela da carência e da exclusão.

Os crimes praticados por prefeitos no Rio Grande do Norte, sob investigação da PF, estão previstos no decreto lei 201 de 1967. Esses delitos estão sujeitos ao julgamento do Poder Judiciário, independente de pronunciamento da Câmara de Vereadores. Estão enquadrados na investigação os agentes que se apropriarem ou que desviem bens, rendas ou serviços públicos em proveito próprio ou alheio; que utilizem indevidamente os recursos; ou que desviem ou apliquem indevidamente as verbas públicas.
No Estado, o Marcco (Movimento Articulado de Combate à Corrupção) é a entidade que acompanha questões como a transparência com os gastos de recursos públicos. De acordo com o coordenador do Marcco, o auditor aposentado, Carlos José, o volume de contratos sob investigação no Rio Grande do Norte pode ser considerado alto, embora, destacou ele, seria necessário parâmetros mais precisos para opinar sobre o assunto com mais precisão.



Ele lamentou o fato de a corrupção ser“endêmica” e atacar o serviço público de forma implacável. Ele é auditor fiscal aposentado da Controladoria Geral da União (CGU), função que exerceu na seara da fiscalização e auditorias de contratos federais. O coordenador do Marcco destacou a importância, tanto do acompanhamento da sociedade como do acompanhamento efetivo das instituições de controle e fiscalização, como é o caso da CGU, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas da União, etc. 

A Polícia Federal destacou que o cerco à corrupção e desvios tornou-se meta prioritária da instituição. E que desde 2011, a corporação já contabiliza 3 mil inquéritos contra prefeituras por mau uso de dinheiro público federal, principalmente nas áreas da saúde e da educação, destinatárias da maior fatia de valores porque são verbas carimbadas do Orçamento da União. Nesse cenário, os acusados são principalmente prefeitos e ex-prefeitos, enquadrados nos chamados “crimes de prefeitos”.

Bate-papo - Carlos José
Coordenador do Movimento Articulado de Combate à Corrupção (Marcco)

De que forma o Marcco acompanha o caso de corrupção com verbas públicas?
O Marcco sempre acompanha, até porque a Polícia Federal faz parte do Movimento. Agora, é necessário dizer que as investigações procedidas pela PF em alguns casos estão no campo do sigilo, então não são reveladas. E nós não tomamos conhecimento. Em muitas situações a gente vê problemas que são denunciados ou relatados por alguns componentes e em reuniões ordinárias [do Marcco] encaminhamos para análise de diversos parceiros, inclusive a própria PF.

O Marcco tinha conhecimento desses desvios?
Esse dado a gente não tinha. A gente acompanha e, quando toma conhecimento, se não estiverem resolvendo a contento a gente se reúne e delibera algo. Isso foi feito em vários casos, por exemplo, quando solicitamos – antes mesmo da Meta 18 do CNJ – o encaminhamento, aos órgãos competentes, das ações que envolvessem casos de improbidade, solicitamos que fosse dada a prioridade pelos Tribunais.

O senhor considera esses inquéritos um número expressivo para um Estado como o RN?

Infelizmente,  a corrupção está endêmica, então eu como auditor fiscal que sou da CGU, que fiscalizei vários contratos federais, fiz auditorias (...), infelizmente é grande, mas poderia ser muito maior porque a gente tem 167 municípios, fora Estados, Secretarias, Ministérios e órgãos espalhados pelo país. A gente sabe que hoje existe infelizmente muitos crimes perpetrados por agentes públicos. Hoje temos algumas questões que a gente pode comemorar: que é o fato de estar havendo mais investigação. Se tem mais divulgação, por exemplo, a população acompanha.

Fonte: Tribuna do Norte

LUIZ ESTEVÃO SE JUNTA A JOAQUIM RORIZ E ARRUDA CONTRA O PT NAS ELEIÇÕES

Joaquim Roriz e Luiz Estevão almoçaram juntos ontem, na casa do ex-governador no Park Way



“Na política, não existem inimizades incontornáveis, nem amizades definitivas”. A afirmação, do ex-senador Luiz Estevão, explica como os ex-governadores Joaquim Roriz (PRTB) e José Roberto Arruda (PR), que já foram aliados e inimigos, voltaram a discutir uma possível aliança eleitoral para tentar derrotar o governador Agnelo Queiroz (PT). 

Durante muito tempo, Arruda dizia acreditar que Roriz não só sabia, como também incentivou a delação premiada de Durval Barbosa, ponto de partida das denúncias do mensalão do DEM. Uma parceria entre os dois caciques significaria também uma união de Estevão e Arruda, algo inimaginável há alguns anos. Só para lembrar: o painel eletrônico do Senado foi violado em 2000 justamente para que fossem revelados os votos da cassação do mandato de Estevão. Arruda foi um dos que mais trabalharam para a derrocada do então senador do PMDB, hoje no comando do PRTB, partido de Roriz e da herdeira do clã, Liliane Roriz. 

Confabulando
Joaquim Roriz e Luiz Estevão almoçaram juntos ontem, na casa do ex-governador no Park Way, acompanhados de Valério Neves, amigo de ambos. Roriz detalhou o encontro em Goiânia no último sábado, quando discutiu com o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), com José Roberto Arruda e com o senador Gim Argello (PTB) uma possível aliança para as próximas eleições. Estevão garante que deu carta branca para as negociações de Roriz, em nome do PRTB, para a disputa ao governo ou ao Senado. “Estou engajado em eleger pelo menos três deputados distritais”, diz.

Fonte: Correio Braziliense

APÓS "ROLEZINHOS", EMPRESAS DE SEGURANÇA MUDAM PROCEDIMENTOS

Foto: Divulgação (Google)

Empresas que fazem a segurança de shoppings em SP criaram protocolo de procedimento para os "rolezinhos". A principal medida é guardar as armas em um cofre "para evitar qualquer tipo de incidente", diz Ademar Barbosa, diretor de operações da maior delas, a Verzani e Sandrini, que emprega 6.000 vigilantes em 70 centros comerciais no país.

PRAÇA

Os seguranças portam armas de fogo e de contenção, como pistolas Taser, que disparam dardos elétricos.


CANETA

A ação da Polícia Civil na cracolândia na quinta-feira passada levou pesquisadores da área de drogas a escrever um manifesto contra a operação. Eles classificam como "inaceitável" o "uso arbitrário de medidas repressivas e violentas" para lidar com o problema. O texto, que será divulgado hoje, é assinado por 54 estudiosos dos campos de saúde, ciências sociais e direito, de São Paulo e de outros Estados.


RECOMEÇO

Eduardo Campos (PSB-PE) pode deixar o governo de Pernambuco no dia 1º de abril para se lançar candidato à Presidência. Na mesma data, em 1964, seu avô, Miguel Arraes, foi preso depois do golpe militar. Tropas cercaram o Palácio das Princesas, no Recife, e propuseram que ele renunciasse ao cargo de governador de Pernambuco. Arraes rechaçou.


PEDRA

Caso a sugestão, feita por colaboradores próximos ao governador, vingue, será passada a ideia de que ele sai do mesmo lugar em que o avô foi preso para cumprir um "destino interrompido". O único porém: 1º de abril é também o dia da mentira.


TABUADA

A expectativa entre ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) é a de que Luiz Fux, relator dos embargos infringentes, rejeite pedidos de advogados de réus do mensalão para que o tamanho das penas de alguns condenados sejam rediscutidas. Ele só admitiria nova análise do mérito das condenações que tiveram quatro votos pela absolvição.


ENDEREÇO

A casa em que os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai passaram os últimos anos de suas vidas será administrada pela Prefeitura de Salvador. Desde a morte do casal, o imóvel, no Rio Vermelho, está vazio. Os herdeiros já tentaram até fazer um restaurante no lugar, mas a ideia não vingou.


NUMA ILHA

O plano é investir R$ 6 milhões na reforma e manutenção de objetos de Jorge Amado, como louças, roupas, mobiliário e presentes que ganhou em viagens pelo mundo. O exemplo a ser copiado é o do Chile, em que a casa de Pablo Neruda em Isla Negra segue intacta, funcionando como um museu.

Fonte: Folha de SãoPaulo - Monica Bergamo

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Wilma reúne deputados do PSB para discutir alianças

O  PSB reuniu as principais lideranças do partido no Estado para traçar  estratégias e possíveis cenários antes de anunciar candidaturas e alianças. Ontem, a presidente estadual da legenda, vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria; os deputados Sandra Rosado, Tomba Farias, Larissa Rosado e Márcia Maia; além do vereador de Mossoró, Lairinho Rosado, discutiram uma agenda de encontros regionais, a ser iniciado por Natal em fevereiro.Também aproveitaram para um conversa prévia sobre os possíveis rumos do partido na formação de coligação nas chapas majoritárias e proporcional. 

Wilma de Faria reúne os deputados que integram a bancada do PSB na Câmara e AssembleiaDescrição: http://tribunadonorte.com.br/public/img/icon-photo.png

Por enquanto, não houve uma tomada de decisão sobre as alianças que serão formadas pelo PSB. A ideia é, nos encontros regionais, debater temas pontuais, como saúde, segurança pública, homem do campo e desenvolvimento econômico. A política de alianças também será trata nessas reuniões nos municípios.

Os parlamentares peessebistas também se prontificaram a unir esforços em torno de uma candidatura majoritária – no caso, com o nome de Wilma de Faria. Eles destacaram que o bom desempenho nas pesquisas deram capilaridade para o PSB trabalhar a possibilidade de uma candidatura ao Governo ou ao Senado. Ficou definido, por exemplo, que os deputados intensificarão as visitas aos municípios do Rio Grande do Norte, já iniciadas, em 2013, pela ex-governadora Wilma. Os deputados e o vereador garantiram, ainda, mobilizar as bases eleitorais em torno das candidaturas do PSB. A reunião ocorreu a portas fechadas. Os dirigentes do PSB  não informou o local do encontro e a imprensa não teve acesso.

Proporcionais
As eleições proporcionais também foram discutidas. A ex-governadora Wilma de Faria observou que a composição de alianças para ampliar as bancadas estadual e federal também é prioridade da executiva do PSB no Rio Grande do Norte e, por isso, o partido tem analisado as possibilidades de candidaturas e coligações que consolidem esse projeto político e eleitoral. O partido quer ampliar os quadros na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

Wilma de Faria enfatizou que também discutirá nos próximos dias o quadro com demais integrantes da executiva, assim como com os prefeitos, vereadores, ex-detentores de mandato e lideranças da legenda e simpatizantes, da capital e do interior. Ainda hoje ela viajará à região do Trairi para mais reuniões políticas. Vai a Santa Cruz, Campo Redondo, Coronel Ezequiel, Jaçanã e São Bento do Trairi.

A ex-governadora continua fazendo de sua candidatura um mistério. Ela tem declarado que só anunciará o rumo a ser tomado após visitar os 167 municípios do Rio Grande do Norte (já teria ido a um percentual acima dos 60%, segundo a assessoria de imprensa). Por enquanto, há apenas uma determinação dos deputados da legenda para que o PSB, ao formar uma coligação, tenha uma vaga na chapa majoritária, com uma candidatura ao Governo ou ao Senado. A definição, segundo ela, deve ser anunciada até o final de abril. Wilma de Faria lembrou ainda que, segundo as leis eleitorais, coligações podem ser firmadas até o final de junho e por isso tem campo para definir composições. Segue conversando com demais legendas de oposição ao governo Rosalba.


Fonte: Tribuna do Norte

APÓS INAUGURAÇÃO DE PORTO, DILMA SE REÚNE COM FIDEL CASTRO

Dilma Rousseff e Fidel Castro conversam durante encontro ontem em Havana

A presidente Dilma Rousseff se reuniu na segunda-feira (27) em Havana com Fidel Castro, que também recebeu à primeira-ministra da Jamaica, Portia Simpson-Miller, informou a imprensa oficial de Cuba.

Segundo o site oficial Cubadebate, Dilma e Fidel falaram sobre o porto de Mariel e sua Zona Especial de Desenvolvimento. Dilma e o ditador do país, Raúl Castro, inauguraram ontem um moderno terminal de contêineres na ilha caribenha que contou com financiamento do BNDES.

Dilma também falou com Fidel Castro –de 87 anos e afastado do poder desde 2006– sobre sua satisfação com o trabalho dos milhares de cubanos que fazem parte do programa "Mais Médicos".

Segundo o Cubadebate, o encontro fraternal "foi uma expressão do afeto e da admiração entre Fidel e Dilma".

Ainda ontem, o líder cubano recebeu à primeira-ministra da Jamaica e os dois conversaram sobre a parceria dos países nas áreas de saúde, educação e esporte, entre outras.

O Cubadebate divulgou fotografias dos dois encontros onde se vê Fidel Castro, vestido com roupa esportiva, conversando com os governantes.

Dilma e outros presidentes latino-americanos e do Caribe se encontram em Cuba para participar da II Cúpula da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), em Havana.

Além desses encontros, Fidel Castro também almoçou no domingo com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que foi a primeira chefe de Estado latino-americana a chegar em Cuba por ocasião da cúpula.

Fonte: Folha de São Paulo

Robinson manda recado no Twiter ...

Em meio a várias declarações do PMDB à imprensa, nesta segunda-feira(27), que irá apresentar o nome do ex-senador Fernando Bezerra a executiva estadual do partido esta semana, o vice-governador Robinson Faria (PSD), usou o Twitter para postar que a“parada estava topada”... 

Estaria o vice-governador aceitando a parada de “duelar” com Bezerra nas urnas no pleito de outubro próximo ??? ...

Postado por Daniel Monteiro - (Fogo Contra Fogo)

Barbosa disse que não fala com réus ...

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)Joaquim Barbosa, afirmou nesta segunda-feira que réus condenados no julgamento do mensalão merecem ficar no “ostracismo” e não devem ocupar “páginas nobres” de jornais... A manifestação foi uma resposta à entrevista do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), condenado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato, ao jornal Folha de S. Paulo...

Na entrevista ao jornal, João Paulo classificou como “gesto de pirotecnia” o fato de Barbosa ter determinado a execução imediata de sua pena, mas ter viajado em férias sem assinar a ordem de prisão do parlamentar... “No Brasil, estamos assistindo à glorificação de pessoas condenadas por corrupção à medida que os jornais abrem suas páginas a essas pessoas como se fossem verdadeiros heróis”, argumentou... "Esse senhor (João Paulo) foi condenado pelos onze ministros do Supremo Tribunal Federal... Eu não tenho costume de dialogar com réu... Eu não falo com réu... Não faz parte dos meus hábitos, nem dos meus métodos de trabalho ficar de conversinha com réu"... Disse Barbosa...

Postado por Daniel Monteiro (Fogo Contra Fogo)

O PMDB QUER LANÇAR O NOME DE FERNANDO BEZERRA AO GOVERNO DO RN...

O presidente estadual do PMDB, deputado federal Henrique Eduardo Alves, convocou para a próxima sexta-feira, às 10h, reunião com o diretório estadual... O encontro, na sede do partido, no bairro do Tirol, discutirá um calendário de reuniões da legenda nas principais cidades do interior Rio Grande do Norte...

A estratégia dos peemedebistas, é promover encontros que possa discutir o projeto de Governo para o partido e colocar na pauta o nome do ex-senador Fernando Bezerra, que tem a preferência dos líderes peemedebistas, o deputado federal Henrique Eduardo Alvese o ministro da Previdência Garibaldi Filho, para disputar o Governo..

Postado por Daniel Monteiro (Fogo Contra Fogo).

sábado, 25 de janeiro de 2014

Manifestação das Diretas Já completa 30 anos

Há 30 anos, multidões vestidas de amarelo surpreenderam o Regime Militar com o grito das Diretas Já. Manifestações pacíficas apressaram a volta da democracia. O povo tinha pressa, queria eleger o presidente da República e acabar com o rodízio de generais no poder.
Gilv@n Vi@n@

PEC viabiliza criação de lei federal sobre concursos

O Congresso poderá aprovar uma lei federal sobre concursos, com a possibilidade de estados e municípios elaborarem normas suplementares para seus próprios exames. Esse é o objetivo da Proposta de Emenda à Constituição 63/2012, que aguarda para entrar na pauta de votações da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) com voto favorável do relator, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).
A PEC foi elaborada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) por sugestão da Associação Nacional dos Concurseiros (Andacon) e teve a adesão de 30 senadores, sendo 27 o número mínimo de assinaturas para iniciar a tramitação. Se aprovada na CCJ, ela será avaliada pelo Plenário do Senado.
A ideia do texto é tornar concorrente entre União, estados e municípios a competência de legislar sobre concursos. Para isso, seria preciso incluir o item “concursos públicos” na listagem de temas do artigo 24, que prevê o poder concorrente dos entes federados em legislar. Além disso, a PEC também inclui no artigo 37, que rege os princípios da administração pública, um parágrafo que faculta ao Congresso a iniciativa de legislar sobre o assunto.
Em seu voto, Rollemberg apontou que, se aprovada, a PEC permitirá uma lei nacional para disciplinar os concursos públicos. “Isso vai colocar um paradeiro definitivo no sem-número de eventos que comprometem a lisura, a eficiência e o próprio objetivo da seleção pública de servidores, recuperando a moralidade e os altos princípios que levaram a Assembléia Nacional Constituinte a assentar a imposição de concurso público para o acesso a cargos de provimento efetivo”.
Gilv@n Vi@n@

Professores continuam preocupados com superlotação de alunos nas salas de aula de escolas estaduais

Após o desabafo da professora jardinense Silvana Martins, agora foi a vez de receber um artigo, assinado pelo diretor-regional da Associação dos Pedagogos do RN, professor Ivanilson Costa, que leciona na Escola Estadual João Ferreira de Souza, em Santa Cruz. Ele também destaca a preocupação da comunidade escolar, com o novo método adotado pelo Governo do Estado, para realizar as matrículas nas escolas estaduais. Pelo método, de acordo com os professores, inevitavelmente teremos salas de aula superlotadas.
“Será que estamos prezando por uma Educação verdadeiramente transformadora ou estamos apenas tentando exportar um modelo pré-existente, baseado apenas na quantidade? Qual a preparação que esses indivíduos têm, ao sair da escola? São questões importantes que servem para nossa reflexão, enquanto escola e sociedade”, diz Ivanilson em um dos trechos do seu artigo
Gilv@n Vi@n@

Fernando Mineiro o "maquiavélico" ...


Ferrenho crítico da gestão do DEM potiguar, o deputado esradualFernando Mineiro (PT) lembrou que ao presidente do partido, o senador José Agripino, só interessa a inelegibilidade de Rosalba Ciarlini e não a sua cassação...


Vamos raciocinar com Mineiro: "Estando inelegível Rosalba, o velho"Dinossauro Maia" estaria apto a formar as alianças proporcionais para salvar os mandatos dos deputados estaduais e do seu pupilo político, o deputado federal Felipe Maia"... Tem sentido... Mineiro e seus pensamentos maquiavélicos...

Fonte: Fogo Contra Fogo