SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!

SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!
Enquanto Houver Razões Eu Não Vou Desistir

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

ELEIÇÕES SINTECT/RJ ELEITA CHAPA 1 - RONALDÃO REELEITO!

 Ronaldão reeleito presidente do SINTECT/SP AGRADECE A VITÓRIA!


 Lideranças sindicais comparecem ao local da apuração e prestigiam vitória!

 Ontem (22) pela manhã Ronaldão ao lado de lideres sindicais visita o CTE - Benfica

Ontem (22) por volta das 2 horas da madrugada saiu o resultado! Chapa 01 eleita com 2.129 51,69%.

Veja resultado oficial: Chapa 1 - 2.129; Chapa 2 - 1.589; Chapa 3 - 407; Votos válidos: 4,125; Votos brancos: 120 e Nulos: 154. Total: 4.399.

Valeu a luta! A força, a garra, a determinação e o apoio  dos companheiros de São Paulo, Rio Grande do Norte, Tocantins e Maranhão, que também fundamental para essa vitória.

Prestigiaram a vitória o Presidente do CTB/RJ, Ronaldo Leite; Moacir Soares - Presidente da CTB/RN; Diviza, Guiné e demais diretores do SINTETC/SP; Diretores do SINTECT/MA; Diretores do SINTECT/TO, Eduardo Vasconcelos - CPC/RN e outras lideranças partidárias e demais sindicalistas.

No final Ronaldão agradeceu a todos e conclamou os demais trabalhadores para unir-se cada vez por melhores condições de trabalho e mais conquistas na área das reivindicações.  " 2017 será um ano de muitas lutas, conquistas e avaliações em prol dos associados." Concluiu Ronaldão.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

DELAÇÃO BOMBÁSTICA: Odebrecht afirma que José Serra é líder de quadrilha internacional

Serra com Geraldo
Além de destruir o governo provisório de Michel Temer, ao delatar que o interino pediu ajuda para o PMDB que se materializou num caixa dois de R$ 10 milhões em dinheiro vivo, a Odebrecht também abateu o chanceler interino José Serra e pode ter aniquilado seu sonho de chegar à presidência da República.

Em sua delação premiada, Marcelo Odebrecht, preso há mais de um ano, relatou que Serra recebeu R$ 23 milhões, via caixa dois, em sua campanha presidencial de 2010, segundo reportagem da jornalista Bela Megale que foi a Curitiba recolher as informações.


Parte dos recursos, que, corrigidos pela inflação, hoje equivaleriam a R$ 34,5 milhões, foi paga no exterior, o que, em tese, poderia levar à cassação do registro do PSDB.



Além disso, as doações também podem ser decorrentes de propina e desvios de recursos públicos da Dersa, uma estatal paulista, uma vez que a Odebrecht também apontou corrupção na construção do Rodoanel e supostos intermediários de Serra na arrecadação de propinas.



O chanceler interino nega irregularidades e diz que sua campanha transcorreu dentro da legalidade. No entanto, a Odebrecht pretende apresentar recibos de pagamentos feitos no exterior e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não terá alternativa a não ser denunciar Serra.


MAIS

 Fonte: clickpolitica.com.br

VISITANDO O PASSIFIQUENSE, ZÉ BRANCO SINDICALISTA QUE VEM SE DESTACANDO NO MOVIMENTO SINDICAL CARIOCA

Ontem (20) estive com o amigo José Claudio, popular Zé Branco, norteriograndense, da cidade de Passa e Fica, região do Agreste Potiguar, que reside vários anos no Rio de Janeiro.  E hoje se destaca no movimento sindical na área do comércio, sendo um dos diretores executivo do SECRJ - Sindicato Estadual dos Comerciários do Estado do Rio de Janeiro.

Homem simples mais com uma mente brilhante, com idéias avançadas em prol dos comerciários cariocas.

Um bate papo cordeal. José Claudio antecipou para esse simples blogueiro, que final de janeiro poderá estar pisando mais uma vez na sua terrinha natal para rever a família, amigos e matar a saudade.

O mesmo aproveitará para  se reunir com alguns amigos comerciantes para divulgar idéias que tem em mente para o bem seu município, ou seja vem coisa boa por ai.  Aguardem!

A você meu guerreiro, que Deus lhe dê muitos anos de vida e que continue honrando nosso povo potiguar com sua força de lutar pelos trabalhadores brasileiros, em especial os cariocas.

Passa e Fica torce por você!

HELENO UM SINDICALISTA PORRETA QUE VISA O BEM ESTAR DE SEUS ASSOCIADOS, JUNTO COM OS DEMAIS DIRETORES DO SINDICATO DE CARGAS PRÓPRIAS DE SP

 Sindicalista Heleno, Eduardo e Washington 
Material de primeira qualidade - ODONTOLOGIA

Dr. George: Profissional de primeira linha, formado em odontologia.
Semana passada tive o prazer de conhecer um grande sindicalista porreta, pernambucano e com uma história de vida para ser escrito e publicado em livro, trata-se de Heleno Fernandes de Lima, carinhosamente conhecido por LENO! Natural de Garanhuns - Pernambuco,

Seus pais o encaminhou aos 11 anos de idade para morar com seu tio em Recife, mas desviou um pouco seu caminho e foi trabalhar em casa de família, que logo de cara a "patroa" o admirou pelas suas iniciativas próprias começou a botar árvore, jardim, entre outras coisas e ganhou a admiração e o respeito de todos.

Foi jogador de futebol, chegando a jogar no Sport do Recife com apenas 17 anos, depois de idas e vindas chegou em São Paulo e logo foi fazendo amizades, arranjando emprego e tornou-se sindicalista de respeito e sempre com a visão do social.  Após vários anos atuando como sindicalista fundou o Sindicato de Cargas Prórias.

Mais o que mais chamou do radialista, Eduardo Vasconcelos foi um dos andares do prédio do sindicato ter sido transformado em consultório odontológico com cirurgias, TRANSPLANTES , entre outros.  As salas todas bem equipadas, coisa de primeiro mundo! Sim! Sem custo nenhum para o associados e seus dependentes.  Lembrando que o sindicato não tão grande assim se compararmos a outros que tem o dobro ou mesmo o triplo de associados.  Disse Eduardo.  O sindicato também oferece aos seus associados colônia de férias e convênios.  Ou seja a luta do sindicato não é só por melhores condições de trabalho e salários dignos, mas também visão de proporcionar relevantes serviços nas áreas de saúde e assistência social para a principal engrenagem que o ASSOCIADO. 

Esperamos que muitos outros sindicatos sigam esse mesmo caminho independentemente de que central ele é filiado, o importante são as ações voltadas para o associado/sindicalizado.  Parabéns ao grande companheiro e amigo, HELENO!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

PRESIDENTE DA CTB/RN MOACIR SOARES PARTICIPA DE ATO A FAVOR DA CHAPA 1 NAS ELEIÇÔES DO SINTECT/RJ

 Moacir Soares (esquerda) ao lado de Ronaldão e de Ronaldo Leite - CTB/RJ
 Eduardo Vasconcelos - CPC/RN, Ronaldão e Moacir Soares - CTB/RN
 Eduardo Vasconcelos - Presidente do  CPC/RN também seu apoio e solidariedade aos componentes da Chapa 1

 Moacir Soares - CTB/RN após participar do ato, participou de uma importante reunião com lideranças sindicais dos correios/RJ.

 Liderança do Maranhão presente também ao ato de apoio a Chapa 1
Presidente do CTB/RN, Moacir Soares (fotos acima), está no Rio de Janeiro desde do último sábado reforçando a campanha da Chapa 1 do SINTECT/RJ, cuja chapa é encabeçada pelo líder sindical, Ronaldão (Ronaldo Ferreira Martins) .  Hoje pela manhã houve um ato em prol da chapa 1 no prédio central dos correios no Rio, na Avenida Presidente Vargas, onde Moacir levou sua solidariedade aos membros da chapa.

Para Moacir Soares esses apoios que vem não só do Rio Grande do Norte, mas de outros estados, como São Paulo, Tocantis, Maranhão, entre outros mostra que a categoria dos  trabalhadores brasileiros dos correios estão unidos e contra a politica de Michel Temer e de chapas que nunca fizeram o bem para a categoria.

Já foram inúmeras conquistas alcançadas pelo sindicato do RIO e isso incomoda muita gente, principalmente que anda ao lado dos patrões.A Chapa 1 está no caminho certo, por isso garante Moacir a vitória será bonita.  Concluiu, Moacir Soares.

A Chapa 1 é composta por: RONALDO FERREIRA MARTINS - Presidente; ROSEMERI DE FARIAS TEODORO - Secretária; Geral; SEBASTIÃO DA SILVA BRAZIL - Secretário de Economia e Finanças; PEDRO ALEXANDRE SANTANA - Secretário de Imprensa e Comunicação. PEDRO ALEXANDRE SANTANA DA SILVA - Secretário de Formação e Política Sindical. Educação e Cultura, entre outros/as grandes guerreiros/as.

Enquanto o 1% de cima tem 51%, os 50% de baixo só têm 1%

Para deixar ainda mais escandaloso o quadro, se fazemos as contas com os 10% mais ricos do planeta, veremos que eles acumulam 89% de toda a riqueza do mundo! Esta é a nova cifra calculada pelo informe anual da riqueza global do banco Credit Suisse. A cada ano, o Credit Suisse apresenta este informe, escrito pelos professores Tony Shorrocks, James Davies e Rodrigo Lluberas – que antes o elaboravam para a ONU.


Costumo escrever sobre ele a cada ano, em artigos que geralmente terminam se posicionando entre os mais populares.

Da última vez que tratei dos resultados desses informes, o 1% mais rico tinha 48% da riqueza global. Logo, neste um ano e meio, a desigualdade global aumentou ainda mais, segundo a pesquisa. 

Entretanto, a proporção de riqueza acumulada pelo 1% ou pelos 10% mais ricos se reduziu entre 2000 e 2007, de um 50% (percentual similar ao deste último estudo) a um 46%. Uma diferença não muito grande, mas que marcava uma tendência de queda, que se inverteu depois da crise financeira, com os setores mais ricos voltando a perceber os níveis de concentração observados no começo deste século.

Os investigadores do Credit Suisse estimam que estas mudanças refletem principalmente a importância relativa dos ativos financeiros dos lares, que voltaram a aumentar de valor a partir de 2008, fazendo crescer a riqueza de muitos dos países mais ricos, e de muitas das pessoas mais ricas, em todo o mundo. Apesar de a proporção dos ativos financeiros se reduzir este ano, as partes dos grupos de riqueza superiores continuaram aumentando. No outro extremo da pirâmide da riqueza mundial, a metade inferior dos adultos possui coletivamente menos de 1% da riqueza total.

A principal razão principal desta enorme desigualdade é que há muitos pobres (em termos de riqueza) no mundo. Não se necessita muito para se estar na parte de cima da pirâmide. Deduzidas as dívidas, a pessoa só necessita ter 3,7 dólares para formar parte do grupo dos possuidores de riqueza.

Entretanto, se necessita cerca de 77 mil dólares para pertencer aos 10% mais ricos, e 798 mil dólares para se chegar ao 1%, o patamar superior, onde estão os donos de mais da metade da riqueza mundial. Assim, se você é dono de uma casa (ou seja, não paga aluguel) em qualquer cidade importante num país desenvolvido do hemisfério norte, você provavelmente é parte desse 1% superior. Não se sente rico por isso? Pois o cenário que demonstra essa riqueza é o do contraponto, a situação dos pobres, que são a grande maioria das pessoas no mundo: sem propriedade, sem dinheiro e, evidentemente sem ações, títulos ou bonos.

A investigação mostra que 3,5 bilhões de pessoas – 73% de todos os adultos do mundo – possuem bens e renda inferiores a 10 mil dólares em 2016. Outros 900 milhões de adultos (19% da população mundial) estão no leque entre 10 mil e 100 mil dólares. Os pobres se concentram no continente africano, na Índia e nas nações mais pobres da Ásia. Porém, também há um número significativo de pessoas que são pobres segundo esses parâmetros, e que vivem na América do Norte e na Europa – entre eles 9% dos norte-americanos, a maioria com um patrimônio líquido negativo, e 34% dos europeus. Essas pessoas não só carecem de riquezas como também vivem endividadas.

E quem são os que estão cada vez melhor? Certamente não são os indianos. A Índia tem só 3,1% das pessoas de classe média do mundo (com uma riqueza de entre 10 mil e 100 mil dólares) e essa proporção praticamente não mudou nos últimos anos. Pelo contrário, a China conta com 33% da população em níveis médios de riqueza, dez vezes mais que Índia, e essa proporção se duplicou desde o ano 2000. Isto nos mostra que a expansão econômica sem precedentes da China tirou centenas de milhões de pessoas da pobreza, ainda que a desigualdade tenha aumentado.

Além disso, o número de milionários, que se reduziu em 2008, mostrou uma rápida recuperação depois da crise financeira, e agora é mais que o dobro da cifra de 2000. Na atualidade, há 32,9 milhões de milionários a nível mundial (ou sejam adultos com mais de 1 milhão de dólares em propriedades ou economias, descontadas as dívidas). Há somente 140 mil pessoas em todo o mundo com patrimônio superior a 50 milhões de dólares. E também há mais de 2 mil multimilionários, que são realmente os donos do mundo.

Supondo que não haverá mudanças na tendência de aumento da desigualdade com respeito à riqueza mundial, se espera que haja mais 945 multimilionários nos próximos cinco anos, elevando o total a quase 3 mil. Mais de 300 desses novos multimilionários devem ser da América do Norte. A China, segundo esses cálculos, somará mais novos multimilionários que toda Europa junta, situando o total de chineses nesse patamar acima dos. O Credit Suisse estima que a riqueza global total agora é de 334 bilhões de dólares, ao redor de quatro vezes o PIB mundial anual. No começo deste século, houve um rápido aumento da riqueza mundial, com um crescimento mais rápido na China, na Índia e em outras economias emergentes, que representaram 25% do aumento da riqueza, apesar de que possuíam somente 12% da riqueza mundial no ano 2000.

A riqueza mundial se reduziu em 2008, mas mostrou uma lenta tendência de recuperação a partir de então, com uma taxa significativamente mais baixa que a exibida antes da crise financeira. De 2010 em diante, a riqueza (em dólares) caiu em todas as regiões do planeta fora da América do Norte, Ásia-Pacífico e China. A riqueza per capita por adulto registrou crescimento pífio, e a riqueza média caiu desde 2010. Logo, o adulto médio é cada vez mais pobre.

Nos últimos 12 meses, a riqueza mundial aumentou em 1,4%, mal podendo manter o ritmo do crescimento da população. Como resultado, neste ano de 2016, a riqueza média por adulto se manteve sem mudanças pela primeira vez desde 2008, aproximadamente uns 52,8 dólares. Portanto, a população mundial em seu conjunto não se tornou mais rica no último ano e meio, mas a desigualdade aumentou.

* Michael Roberts é um reconhecido economista marxista britânico.

Tradução: Victor Farinelli


 Fonte: The Next Recession

IFRN oferta 120 vagas em editais de especializações

ifrn

A Pró-Reitoria de Ensino do IFRN divulgou no final da tarde de hoje (19), os editais Nº 38/2016, Nº 39/2016 e Nº 40/2016, referentes a oferta de vagas em cursos de especializações.
Os editais compartilham do mesmo cronograma, as inscrições serão realizadas das 14h do dia 3 de janeiro de 2017 até às 18h do dia 23 janeiro de 2017. Os resultados preliminares e finais serão publicados, respectivamente, nos dias 21 de fevereiro de 2017 e 14 de março de 2017. As matrículas dos aprovados serão realizadas nos dias 16 e 17 de março de 2017.
O processo de seleção será realizado através de uma Comissão de Seleção que avaliará o currículo do candidato e o histórico acadêmico do curso de graduação, observando o Índice de Rendimento Acadêmico (I.R.A). A classificação obedecerá à ordem decrescente do total de pontos obtidos.
O edital Nº 38/2016 está ofertando um total de 76 vagas, na ampla concorrência, sendo 40 vagas para o curso de Educação e Contemporaneidade, ofertado pelo Campus Mossoró; e 36 vagas para a especialização em Ensino de Ciências Naturais e Matemática, ofertado pelo Campus Parnamirim. Os alunos terão aulas duas vezes na semana: quintas e sextas-feiras (Campus Mossoró) e terças e quintas-feiras (Campus Parnamirim).
Já o edital Nº 39/2016 selecionará 35 alunos que cursarão especialização em Gestão Ambiental, no Campus Natal-Central, no turno vespertino, com aulas nas segundas e terças-feiras. O edital também é de ampla concorrência.
O edital Nº 40/2016 é diferenciado, pois oferta vagas exclusivamente para servidores do IFRN. São nove vagas, sendo cinco vagas para o curso de Gestão Ambiental, no Campus Natal-Central; e quatro vagas para o curso Ensino de Ciências Naturais e Matemática, no Campus Parnamirim.
Robson Pires

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Datafolha implode pinguela de Temer


Por Altamiro Borges

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (11) confirma que o governo ilegítimo do Judas Michel Temer é, de fato, uma “pinguela” – como afirmou o grão-tucano FHC, um dos principais mentores do “golpe dos corruptos”. Ele não vai durar muito tempo! Segundo o levantamento, 51% dos brasileiros consideram a gestão do traíra ruim ou péssima – em julho, eram 31%. O índice de ótimo e bom caiu de 14% em julho para 10%. A pesquisa foi realizada antes das primeiras delações da Odebrecht, que devem piorar ainda mais a imagem do usurpador. O pânico tomou conta do covil, que agendou uma reunião de emergência e já dá como certa a traição de vários partidos da sua base fisiológica. 

Ainda de acordo com o levantamento do insuspeito Datafolha – também apelidado de “Datafalha” por suas manipulações golpistas –, Michel Temer está destruindo o país. Para 66% dos entrevistados, a inflação vai explodir; o aumento do desemprego é visto como inevitável por 67% dos brasileiros; e 55% opinaram que seu poder de compra vai diminuir no próximo período. Ou seja: a promessa da mídia mercenária, de que o Brasil ingressaria no paraíso após o afastamento da presidenta Dilma, não convence mais ninguém. Para 65% dos entrevistados, a situação econômica só piorou com o Judas.


A própria famiglia Frias – dona do Datafolha e da Folha – agora já ensaia desembarcar do barco à deriva. “O pessimismo na economia e a má avaliação de Temer ocorrem em meio a uma sucessão de crises. O peemedebista assumiu com a promessa de compor um ministério de ‘notáveis’, em que a recuperação da economia seria prioritária à gestão. Desde então, seis ministros caíram – quatro deles por envolvimento em escândalos decorrentes da Lava Jato. A recessão econômica se agravou e está próxima de ser a pior da história. São dez trimestres consecutivos de encolhimento da atividade. O desemprego afeta 12 milhões de pessoas (11,8%)”, relata o jornal neste domingo.

Com o rápido desgaste do covil golpista de Michel Temer, a Folha tucana se desespera e pede mais pressa nas medidas amargas. “A demora do governo em levar adiante reformas estruturais frustrou o mercado e inibiu redução da taxa básica de juros mais enérgica. Nesse cenário, o otimismo inicial com a queda de Dilma Rousseff (PT) se reverteu. Para 40% da população, a gestão Temer é pior do que a anterior. Para 34%, é igual e 21% a consideram melhor”. Diante destes números sombrios, os golpistas – não só os encastelados no Palácio do Planalto, mas os que orquestraram e financiaram a ruptura democrática – parecem desesperados. Michel Temer morreu! O que vem em seu lugar?

Pesquisa Datafolha: 63% querem a renúncia de Temer e diretas já



A pesquisa revela que 63% dos entrevistados, ou seja, a maioria da população brasileira, quer a renúncia de Michel Temer ainda em 2016 para que possam ser convocadas novas eleições diretas para presidente. O desejo dos brasileiros guarda sintonia com outro dado da pesquisa: a queda da popularidade de Temer. Em julho, quando ainda ocupava interinamente a presidência em razão do afastamento de Dilma Rousseff, Temer tinha sua gestão avaliada por 31% da população como ruim ou péssima. Na pesquisa divulgada hoje a avaliação negativa chega a 51%, novamente a maioria da população. A pesquisa foi realizada nos dias 7 e 8 de dezembro, antes da divulgaçãoo da delação do diretor da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, que envolve Temer e seu núcleo político em denúncias de pagamento de propinas.

No mesmo período de julho a dezembro, a expectativa da população com a economia do país piorou. Segundo a Folha de São Paulo, “a situação econômica do país piorou na avaliação de 65% da população e se manteve como estava para 25%; 9% disseram que houve melhora”.

O jornal afirma ainda que “para 66%, a inflação vai aumentar; 19% apostam que ficará como está e 11% preveem queda. O crescimento do desemprego é aguardado por 67%. Outros 16% disseram que diminuirá e 14% acham que fica estável’. Em pleno período de compras natalinas 59% acham que o poder de compra vai cair, 20% acha que não sofrerá alterações e 15% ainda espera que aumentará”. Sobre a situação pessoal do entrevistado, diz a Folha “a percepção de piora recente corresponde a 50% dos brasileiros. Para 38%, ficou como estava e 10% disseram que melhorou”. 


 Do Portal Vermelho, com informações da Folha de São Paulo

STF votou pelo fim da democracia

IMG_0628

O STF não votou para manter Renan. Votou para manter a votação da PEC 55. Fosse presidente do Senado Eduardo Cunha ou Fernandinho Beira Mar, com igual capacidade de assegurar a votação e a “governabilidade”, o resultado teria sido idêntico.
Quem não entende isso, não entende nada do que se passa no país.
O processo golpista, ainda em curso, jogou na lata de lixo o voto e a soberania popular, sustentáculo legitimador da democracia e suas instituições. Parafraseando Dostoievsky, com a morte da fonte do poder democrático, tudo se tornou permitido. Instaurou-se uma anomia institucional que dá margem às mais grosseiras barbaridades.
Temos um presidente impopular, ilegítimo e pateticamente fraco, com um ministério composto de réus e candidatos a réus. A turma que queria “estancar a sangria” compõe hoje um governo hemofílico, que, ante qualquer arranhão, sangra profusamente em praça pública.
Fonte: Robson Pires

domingo, 11 de dezembro de 2016

Brasil ‘despenca’ e vai a sua pior posição em ranking de imagens de nações

Bandeira_rachada-1024x600

O noticiário sobre as crises política e econômica e os problemas registrados durante a Olimpíada no país derrubaram o Brasil no principal ranking internacional que mede a imagem das nações no mundo. O Brasil aparece em 23º lugar na edição mais recente, de 2016, do Anholt-GfK Nation Brands Index (NBI), a sua pior classificação na história do índice.
A avaliação revela uma queda de três posições no ranking global. Pode parecer pouco, mas é uma das maiores quedas do país em nove anos em que foi feita a avaliação do NBI, e levou o Brasil a sua pior posição já registrada no ranking, segundo um levantamento histórico realizado pelo NBI.

Delator detalha como a Odebrecht atuava junto ao PMDB na Câmara

CzWz_tUWEAAm3EA

A edição do Jornal Nacional deste sábado (10) destaca que Melo Filho detalhou também como funciona o esquema da Odebrecht junto ao PMBD na Câmara dos Deputados. No acordo de delação premiada, o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, afirma que o núcleo político organizado do PMDB na Câmara era historicamente liderado pelo presidente Michel Temer, quando ainda era deputado federal.
Cláudio Melo Filho disse que o núcleo atuava da seguinte forma: Michel Temer era o mais influente no grupo, mas não agia diretamente. Eliseu Padilha, conhecido pelo codinome “Primo”, era quem centralizava as negociações e as arrecadações financeiras. Nesse trabalho, contava também com Geddel Vieira Lima, codinome “Babel”.
Os dois, com a colaboração de Moreira Franco, que tinha o codinome “Angorá”, outro que hoje tem cargo de destaque no Palácio do Planalto.
Ajudavam na aprovação de demandas da Odebrecht, seja no então governo Dilma ou na Câmara. Segundo Cláudio, eles tinham influência para defender os interesses da empresa no setor de aviação civil, aeroportos e na votação de Medidas Provisórias e projetos. Em troca, eram feitas doações legais ou de caixa dois de campanha.
Cláudio disse que “pelo que pude perceber ao longo dos anos, a pessoa mais destacada desse grupo para falar com agentes privados e centralizar as arrecadações financeiras é Eliseu Padilha. Ele atua como verdadeiro preposto de Michel Temer e deixa claro que muitas vezes fala em seu nome. Eliseu Padilha concentra as arrecadações financeiras desse núcleo político do PMDB para posteriores repasses internos”.
Claudio Melo Filho disse que “Geddel Vieira Lima, ex-secretário de governo de Temer, também possui influência dentro do grupo, interagindo com agentes privados para atender seus pleitos em troca de pagamentos. “ Geddel é citado 67 vezes no depoimento. O ex-diretor falou que “na ocasião do aniversário de 50 anos de Geddel, em março de 2009, demos, em nome da Odebrecht, um presente relevante a ele. Compramos um relógio Patek-Philippe, modelo Calatrava, que foi enviado juntamente com um cartão assinado por Emílio Odebrecht, Marcelo Odebrecht e eu”.  Cláudio anexou a foto do relógio ao acordo de delação.
Ele falou também das reclamações de Geddel: “Apesar dos pagamentos frequentes, sempre me disse que poderíamos ser mais generosos com ele. Geddel sempre me dizia que se considerava um ‘amigo da empresa’ e que isso precisava ser mais bem refletido financeiramente.” O ex-diretor disse que no ano de 2006, a” pedido de Geddel, foram realizados pagamentos por meio de contribuições oficiais e também pagamentos não declarados via caixa dois. Os pagamentos realizados atingiram R$ 1 milhão, aproximadamente.
Durante a disputa de Geddel ao cargo de governador da Bahia na campanha de 2010,  a pedido de Geddel, solicitei e ocorreu um pagamento entre um R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão em 2010.” O ex-diretor também falou sobre a proximidade com Moreira Franco, conhecido pelo codinome Angorá: “Eu conheço Wellington Moreira Franco há muitos anos, pois possuo parentesco distante com ele”.
Cláudio lembra:  em algumas oportunidades se reuniu com Moreira Franco para tratar sobre temas afeitos à aviação civil. Na época, Moreira era secretário da área. Cláudio relata uma lista de discussões sobre o modelo de concessão de aeroportos. Numa delas, sobre o novo aeroporto de São Paulo, cuja implementação, se ocorresse, poderia prejudicar a concessão do Galeão, o relator disse que “houve pressões por todos os lados e que teve a percepção que Moreira Franco jogou com isso e deixou que o fato fosse resolvido pelo andar do tempo, de forma que ele saísse bem com todos os envolvidos. Disse que teve a percepção clara que havia outros interesses de terceiros envolvidos”.
Cláudio conta que acredita que há uma ação orquestrada entre ele e Eliseu Padilha para captação de recursos para o seu grupo do PMDB, pois Moreira Franco solicitou um apoio de contribuição financeira, mas transferiu a responsabilidade pelo recebimento do apoio financeiro para Eliseu Padilha. Padilha é citado 45 vezes no depoimento. Moreira, 33 vezes. O ex-diretor da Odebrecht afirmou que: “de forma mais recente, Eduardo Cunha – codinome ‘Caranguejo’ – ganhou bastante espaço dentro desse núcleo do PMDB, muito em razão do poder que tinha de influenciar seus pares, o que era uma poderosa moeda de troca na hora de negociar a sua atuação como parlamentar”.
Cláudio apresentou uma planilha com 17 pagamentos para o ex-presidente da Câmara, totalizando R$ 10,5 milhões. E disse que nas vezes em que se reuniu com Cunha sobre assuntos legislativos de interesse da empresa sabia que os pagamentos feitos o creditavam uma situação confortável e que seriam um elemento de atendimento às questões da Odebrecht. Cláudio explica que utilizou, portanto, essa força.
Uma das Medidas Provisórias que atendeu aos interesses da Odebrecht é a 613 de 2013. O texto do governo Dilma concedia desonerações tributárias aos produtores de etanol e à indústria química e petroquímica, área também de atuação da Odebrecht. Parlamentares do PMDB ajudaram a aprovar a MP. Em emails a Marcelo Odebrecht, Cláudio relata como estava a tramitação na Câmara e a ajuda que vinha recebendo de parlamentares, entre eles Eduardo Cunha.
Ele escreve: “Vencemos na comissão. Pancadaria geral!!! Perdi uma emenda que atendia a Agro, uma empresa da Odebrecht. Segue agora à tarde para o plenário, devendo ser votada amanhã. Seguindo para o Senado. Ontem, o Carang (Caranguejo, o codinome de Cunha) chegou em minha casa à 00:45…pode imaginar isso!!!?? Dona Cláudia quase me mata!!!  Vamos em frente!!! O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, negou as acusações.
O secretário de Programas de Parcerias de Investimento, Moreira Franco, também disse que a acusação é mentirosa. E afirmou  que jamais falou sobre política ou recursos para o PMDB com Cláudio Melo Filho. O ex-ministro Geddel Vieira Lima, do PMDB, disse que acha estranho o nome dele estar na delação já que todas as doações da Odebrecht à campanha dele foram declaradas à Justiça Eleitoral. A defesa do deputado cassado, Eduardo Cunha, também do PMDB, disse que só vai se manifestar depois que tiver acesso à delação e que ela deveria ter seu sigilo resguardado.
Fonte: Robson Pires

sábado, 10 de dezembro de 2016

A água já está fervendo…

O caldeirão  tá fervendo pro lado dos tucanos!
Depois que a cúpula da Odebrecht pegou no pé dos caciques, o comando do PSDB trabalha para não cair dentro do caldeirão e queimar imagem do partido.
A sacada é  a seguinte…
A legenda quer se alinhar com a opinião pública e apresentar na semana que vem projeto no Senado revertendo mudanças feitas no pacote anticorrupção pela Câmara. Sendo assim, o projeto protegerá as ações de juízes e de procuradores do Ministério Público nas investigações contra políticos.
Caso contrário não dê certo, só lamento! Vai ter tucano morrendo no afogado na água fervendo!
Robson Pires

Economista diz que cenário para 2017 é desanimador e critica PEC dos gastos

Afirmando que a origem da crise econômica do país está na crise política, o professor e economista Geraldo Medeiros, disse em entrevista nesta sexta-feira (09), que as perspectivas de melhoras para 2017 não são animadoras.
– O quadro de crise econômica que temos no país hoje tem origem na crise política. Com a demora da crise política os elementos que causam a crise econômica perduram e pode-se dizer que o desequilíbrio das contas públicas não eram tão grandes, mas quando a recessão se aprofunda torna a crise ainda maior. Os cenários do ponto de vista político e econômico não são nada animadores para 2017-  declarou.
Fonte: Robson Pires

Pesquisa de brasileiro pode reduzir incidência de Alzheimer e Parkinson

parkinson-ilustracao
A pesquisa de um professor brasileiro pode ser um passo importante na descoberta de medicamentos para prevenção de Alzheimer e Mal de Parkinson. O estudo do professor Leandro Bergantin, da Universidade Federal de São Paulo, pretendia elucidar o mecanismo pelo qual os bloqueadores de cálcio,  usados para reduzir a pressão arterial, por vezes tinham o efeito contrário, porém, no decorrer do trabalho, ele percebeu que o medicamento poderia ser voltado para doenças neurodegenerativas e psiquiátricas.
“Um importante estudo clínico publicado em 2016 descreveu que pacientes hipertensos, os quais faziam uso de bloqueadores de canais de cálcio, possuíam uma significante redução da incidência de Mal de Alzheimer. A partir dessa nossa descoberta, a qual elucida o enigma do “paradoxo de cálcio”, pudemos inferir no mecanismo celular pelo qual os bloqueadores de canais de cálcio também poderiam reduzir a incidência de Mal de Alzheimer”, explicou Leandro Bergantin, doutor em ciência e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
Fonte: Robson Pires

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Operação Lava: Jato Nova denúncia contra Temer evoca personagem citado por Cunha

Foto: Zanone Fraissat / Folhapress
Em pergunta barrada por Moro, deputado cassado indagou sobre relação de Temer com José Younes, agora citado por delator como intermediário de propina
Assessor especial do gabinete pessoal de Temer, José Yunes é apontado como intermediário de propina para o peemedebista em 2014
O início dos vazamentos das delações premiadas assinadas por executivos da Odebrecht com os investigadores da Operação Lava Jato pode complicar o governo de Michel Temer. E o primeiro alvo é José Yunes, assessor especial do gabinete pessoal de Temer, agora apontado como intermediário de propina para o peemedebista na campanha eleitoral de 2014. 
De acordo com reportagem do site Buzzfeed publicada no início da tarde desta sexta-feira 9, Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, narrou ter enviado um emissário para entregar dinheiro vivo no escritório Yunes em São Paulo em 2014.
O dinheiro seria parte, ainda segundo o site, de um total de 10 milhões de reais acertados entre Temer e Marcelo Odebrecht, o dono da construtura, em um jantar realizado em maio no Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência. 
Esse montante de 10 milhões, afirma o Buzzfeed, deveria ser dividido em duas partes: 6 milhões de reais para o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, então candidato a governador de São Paulo, e 4 milhões para Eliseu Padilha, atual ministro-chefe da Casa Civil, que distribuiria o valor para outros candidatos do PMDB.
Não constam na reportagem o exato valor que teria sido entregue no escritório de Yunes nem quem teria recebido.
A denúncia evoca a relação de Temer com o advogado, que já se autodenominou "psicoterapeuta político" do presidente e é seu amigo há décadas. No fim de novembro, a conexão foi trazida à tona pelo deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Réu na 13ª Vara Federal de Curitiba, na qual tramita a Lava Jato em primeira instância, Cunha arrolou Temer como testemunha e apresentou uma lista de 41 perguntas a serem feitas para Temer. O juiz Sergio Moro barrou, entretanto, 21 dessas questões, incluindo as três que citavam Yunes.
Nos questionamentos, Cunha perguntava sobre qual era a relação de Temer com Yunes e se o presidente "recebeu alguma contribuição de campanha para alguma eleição de Vossa Excelência ou do PMDB". Na terceira pergunta, Cunha levantava a possibilidade de caixa dois ou propina ao indagar se as contribuições "foram realizadas de forma oficial ou não declarada".
Na ocasião, Moro considerou as 21 perguntas excluídas como inapropriadas ou sem pertinência com o objeto da ação penal. Para o mundo político, a simples apresentação das perguntas por parte da defesa de Cunha foi uma sinalização do deputado cassado a respeito do potencial explosivo que uma delação premiada por parte dele poderia ter. 
De acordo com o Buzzfeed, Yunes negou as acusações e afirmou que as alegações são "absurdas e completamente inverídicas". A Odebrecht não comentou o caso.
Fonte: cartacapital

Santo Alckmin…

Acreditem se quiser …
Durante as conversas no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, onde acontecia  uma espécie de divisão da propina para os delatores do grupo empresarial, Alckmin era  referenciado e conhecido pelo codinome “santo” para poder remeter o caixa dois. 
É, de Santo Alckimin não tinha nada mesmo!
Por Robson Pires

Por que o STF manteve Renan no Senado e afastou Cunha da Câmara?

IMG_0568
Foto e matéria: Robson Pires
Por que o STF manteve Renan no Senado e afastou Cunha da Câmara?
A reportagem do UOL conversou com advogados e professores de direito sobre a questão. Segundo eles, o caso de Cunha era uma situação concreta; já o de Renan envolve uma questão abstrata –a linha sucessória da presidência da República.
“No caso de [Eduardo] Cunha, havia indícios concretos de que ele estava usando o cargo para impedir investigações e o processo contra ele na Comissão de Ética. Ele estava impedindo o andamento de processo de cassação do mandato dele. Diante dessa situação, o ministro [do STF] Teori [Zavaski] entendeu que era necessário afastá-lo não só da presidência da Câmara, como do mandato”, explica o advogado Carlos Gonçalves Júnior, professor de direito constitucional da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica).

Pesquisa aponta que de 3 em 10 mulheres sofrem violência doméstica no Nordeste

Uma pesquisa mostra que aproximadamente 3 em cada 10 mulheres nordestinas (27,04%) sofreram pelo menos um episódio de violência doméstica ao longo da vida. Em termos de violência física ao longo da vida, Salvador (BA), Natal (RN) e Fortaleza (CE) são as três cidades mais violentas da região, respectivamente. Nesse levantamento, foram entrevistadas 10  mil mulheres nos nove estados do Nordeste.
Os dados integram o primeiro relatório da pesquisa de condições socioeconômicas e violência doméstica e familiar contra a mulher divulgado em Fortaleza nesta quinta-feira (8).
O material foi realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Economia (Caen) da Universidade Federal do Ceará (UFC), em parceria com o Instituto Maria da Penha. O levantamento foi considerado o maior estudo sobre o tema, quanto à sua escala, em toda a América Latina.
Robson Pires

domingo, 4 de dezembro de 2016

Corpo de Ferreira Gullar é velado no saguão da Biblioteca Nacional no Rio

O corpo de acadêmico, poeta e teatrólogo Ferreira Gullar está sendo velado desde as 17h no saguão da Biblioteca Nacional, na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio. Gullar morreu hoje (4) aos 86 anos, às 10h, na UTI do Hospital Copa D’Or, no bairro de Copacabana, Rio de Janeiro. Ele estava internado havia 20 dias, vítima de pneumonia.
O velório continuará amanhã (5), a partir das 9h, na Academia Brasileira de Letras (ABL), de onde o corpo sairá por volta das 15 horas, para o mausoléu da ABL, no Cemitério São João Batista, no bairro de Botafogo. Ferreira Gullar deixa dois filhos, Luciana e Paulo, oito netos, e a companheira Cláudia, com quem vivia atualmente. Seu último livro foi Autobiografia Poética e Outros Textos, lançado este ano pela Editora Autêntica.
Fonte: Robson Pires

Educação quer lançar consulta pública sobre mudanças no Enem

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que estuda lançar uma consulta pública sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo ele, o objetivo é receber sugestões para melhorar a aplicação do exame, cuja segunda aplicação ocorreu neste fim de semana. O governo pretende elaborar as questões ainda este mês e publicar as linhas gerais do debate em janeiro de 2017.
De acordo com o ministro, ainda não é possível prever que mudanças serão efetivamente discutidas. Ele, no entanto, não descartou que a sociedade seja consultada sobre, por exemplo, a possibilidade de o Enem ocorrer apenas em um dia.
“Não temos ainda quadro de perguntas que podem ser feitas, que podem nortear o caminho a ser discutido.A temática não pode ser tão abrangente que termine virando algo difícil de coletar por aqueles que participam do Enem”, ponderou.
Robson Pires

#ForçaChape: velório do potiguar Gil acontece neste domingo

O velório do volante Gil, vítima do acidente que envolveu a delegação da Chapecoense, acontece neste domingo, no ginásio Giovanna de Azevedo Targino, em Nova Cruz. A chegada do corpo do jogador, após o adeus coletivo em Chapecó, está prevista para a madrugada, horas antes da cerimônia local.
Segundo o GLOBOESPORTE.COM, Depois de ser velado, Gil será sepultado no cemitério público da cidade, por volta das 16h. A cerimônia terá um período reservado para os familiares. Em seguida, será aberta ao público e um cortejo seguirá até o cemitério. Segundo a PM, uma equipe de 40 policiais estará no local para garantir o isolamento do ginásio e evitar incidentes.
Fonte: Robson Pires

Medo de Temer se perder na crise política e econômica

Cresce no setor privado o temor de que Michel Temer não dê conta da crise política e econômica. Mesmo entre figurões do mercado financeiro, reduto que rendeu maior entusiasmo ao presidente até aqui, diz-se que o “inferno astral” está em curso. Os cálculos embutem o risco de Temer perder ministros próximos para a Lava Jato. “Ou Temer vira um Itamar Franco, ou vira um Sarney, ou uma Dilma. FHC não tem mais chance de ser”, resume a análise de uma influente corretora.
O mercado se divide sobre como o PSDB deve se comportar. Parte defende que a sigla entre de cabeça para tentar salvar o governo — há quem advogue por um tucano na Casa Civil caso o ministro Eliseu Padilha seja abatido pela Odebrecht.
Fonte: Robson Pires

sábado, 3 de dezembro de 2016

UNICEF CERTIFICA A CIDADE DE NOVA CRUZ!

 Articulador, Eduardo Vasconcelos e o Prefeito Cid Arruda Câmara
 Delegação de Novs Cruz após a certificação
  Delegação de Novs Cruz após a certificação


 Delegação de Serra Caiada



  Delegação de Serra Caiada

 Eduardo Vasconcelos, Articulador
 Auditório da Escola de Governo do RN literalmente lotado
Prefeito de Paraelhas, Chiquinho e sua Delegação
Eduardo Vasconcelos e mediadora do NUCA da cidade de Parelhas
 Prefeito de Parnamirim e sua Delegação

 Delegação de Vera Cruz
 Equipe maravilhosa da SETHAS-RN

 Representante do UNICEF no Brasil, GARY STAHI
 Maravilhosa apresentação da Banda da Polícia Militar do RN



 Delegação de Severiano Melo


 Abertura Oficila da certificação do Selo UNICEF


 Prefeito Pedro Lisboa de Passa e Fica ao lado do SME, Arlindo demais membros da Delegação




 Delegação de Guamaré




 Articulador Eduardo Vasconcelos e o Assessor de Comunicação, Claudio Lima





 Danilo Ambrósio do NUCA entregando o trófeu ao Pefeito Cid Arruda Câmara




 No palco os 49 prefeitos após receberem seus trófeus ao lado dos representantes do NUCA





 Articulador Eduardo Vasconcelos com o Certificado de Nova Cruz e Cid Arruda com o seu trófeu
 Delegação de Nova Cruz: Grécia-CMAS, Pastor José Vieira-CMDCA, Rita de Cássia-SMS, Valéria Arruda Câmara-SME, Prefeito Cid Arruda, Ivana Lúcia-Coordenadora Pedagógica, Danilo-NUCA-, Marcia Valéria-SMAS e Matilde Soares-SME.


 Prefeitos, Cid Arruda-Nova Cruz e Pedro Lisboa (Pepeu)-Passa e Fica
 Prefeito Cid Arruda e Prefeito de Baía Formosa, Nivaldo Melo

 Eduardo Vasconcelos e Nivaldo Melo, prefeito de Baía Formosa
Quarenta e nove municípios potiguares receberam, nesta sexta-feira (02), o Selo Unicef- Município Aprovado (2013-2016). O evento aconteceu na Escola de Governo, e contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN).  A cerimônia teve a presença dos prefeitos dos 49 municípios premiados por implementarem políticas públicas para diminuir as desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes.
Estiverem presentes na cerimônia, também, a secretária adjunta da Sethas-RN, Maira Oliveira, o secretário de Relações Institucionais, Getúlio Ribeiro, representantes da Unicef e do Ministério Público. A secretária adjunta da Sethas, Maira Almeida, ressaltou a importância do Selo Unicef. “ É uma premiação muito importante para o município, pois significa que ele pensa e executa políticas para a criança e do adolescente e também mostra que houve um avanço nessa política e que existe um retorno da comunidade”.  
O Selo Unicef- Município Aprovado é uma premiação que tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento da gestão municipal no cumprimento do seu papel constitucional, alcançando resultados por meio de políticas públicas efetivas para promover a proteção integral da população de até 17 anos. 308 municípios do Semiárido Brasileiro receberam o selo Unicef este ano.
Municípios Premiados: Acari, Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Antônio Martins, Apodi, Baía Formosa, Bento Fernandes, Brejinho, Cerro Corá, Coronel João Pessoa, Currais Novos, Doutor Severiano, Extremoz, Florânia, Guamaré, Ipueira,Itaú, Janduís, Jucurutu, Lajes, Lucrécia, Macaíba, Major Sales, Martins, Messias Targino, Nova Cruz, Olho-d’Água do Borges, Ouro Branco, Parazinho, Parelhas, Rio do Fogo, Passa e Fica, Pau dos Ferros, Portalegre, Serra Caiada, Riacho da Cruz, Rodolfo Fernandes, Santa Cruz, Santana do Seridó, São João do Sabugi, São Paulo do Potengi, São Tomé, Severiano Melo, Tenente Laurentino Cruz, Timbaúba dos Batistas, Venha-Ver eVera Cruz Viçosa.
" O Articulador Eduardo Vasconcelos divide esse momento tão importante para Nova Cruz e em especial as crianças e adolescentes com todos aqueles que de forma direta e indireta contribuíram para alcançarmos nossos objetivos, entre eles registro os nomes de Juliane Borges, Iris, Dreyd Karla, Samara, Sandra Moreira, Ana Paula, Ivone, Marleide, Flavio Luiz, Paulo e demais profissionais da SMAS; Ivana, Matilde, Graça, Maria José Torres, Joelma Félix, Juninho Oliveira, Ednalva, Julie, Fátima, Erinalva, Graziele, Ceiça, Flaviana,Albaniza, Dorinha, Bruno, Roberto Rosa, Sayonara e demais profissionais da SME; Suzane, Carol, Ivone, Cleonice e demais profissionais da SMS; Conselheiros Tutelares; CMDCA, CMAS, AMES, ANE/RN, CPC/RN, CPC DA ANE/RN, Grupo de Capoeira BOA VONTADE, CCI, NUCA, Igrejas Madureira, BETEL, Universal, Assembléia de Deus, Católica, Juventude Evangélica e Católica e todos aqueles que acreditam na nossa Vitória."
Que venha a Edição 2017/2020!