SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!

SOU FORTE, SOU GUERREIRO, SOU BRASILEIRO!
Enquanto Houver Razões Eu Não Vou Desistir

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

VEM O 5º BF FOLIA, CONFIRA!


O 5º BF FOLIA já começou em Baía Formosa, pois todas as sexta-feiras tem o ZÉ PEREIRA e Banda!
Amanhã por exemplo é dia de Zé Pereira um esquente para o carnaval.  Confira o cartaz acima e traga a sua família e seus amigos.  O 5º BF FOLIA vai ti deixar prá cima, além disso temos as praias mais bonitas do litoral potiguar!

Uma promoção da Prefeitura Municipal de Baía Formosa, administração NIVALDO MELO!

PREFEITURA DE NOVA CRUZ/RN INICIOU HOJE PARAGAMENTOS DOS SEUS FUNCIONÁRIOS

Era grande a expectativa dos funcionários da Prefeitura de Nova Cruz/RN, quanto ao pagamento de seus vencimentos, depois da caixa de pandora ter sido aberta pelo prefeito, CID ARRUDA, um caos total, acompando pelo desmando administrativo jamais visto na cidade.

O ex prefeito, Flavio Azevedo ficará na memória do POVO novacruzense como o PIOR prefeito de todos os tempos!

Após iniciar o enxugamento na máquina administrativa, o prefeito CID ARRUDA começa a colocar Nova Cruz nos trilhos.  O enxugamento da folha de pagamento se deu pelos esforços de seus secretários, que repassaram todas as informações necessárias para identificação de funcionários e ajustes feito pela Secretaria da Administração, com isso viabilizou o pagamento do mês de janeiro, iniado hoje e amanhã, quem agradece são os verdadeiros servidores que fazem a prefeitura funcionar como deve.

Tem muita coisa ainda para ser feito, são muitos os problemas ainda que terão uma dimensão ainda maior do que se imagina e muitos deles irão esbarrar na justiça, seja FUNDEB, SUS ou outros, pois como já dissemos o CAOS é GRANDE!  Mais uns dois meses teremos uma radiografia da gestão calamitosa do passado e a radiografia do presente, todos espera que o prefeito CID ARRUDA possa em um curto tempo, colocar oxigênio na administração pública, voltando a funcionar como deve.  Afinal de contas a sociedade não pode pagar o pato por gestores descomprometidos com o "seu" povo.

O pagamento em dia já é um grande avanço!

31 de janeiro de 2013 às 01:31 Sindicalista reage a declarações do Governo sobre inconstitucionalidade dos planos de cargos

O diretor do Sindicato dos Servidores da Administração Indireta, Santino Arruda, reagiu às declarações do procurador geral do Estado, que sinaliza para o pedido de inconstitucionalidade das leis referentes aos 15 planos de cargos. Segundo o sindicalista, a argumentação do Governo não tem “qualquer fundamento”.

“Não acredito que o Governo no terceiro ano de vigência das leis possa ter essa interpretação. São leis (dos planos) complementares estaduais aprovadas pela Assembleia e sancionadas pelo governador da época. O Governo atual já até pagou a primeira parcela do plano geral”, disse o diretor do Sinai.

Ele analisou que não há qualquer fundamento para a inconstitucionalidade dos planos. “Não tem nenhum resquício de inconstitucionalidade. Imagino que seja estágio de desespero e desorganização administrativa do Governo”, comentou Santino Arruda.

Ele lembrou que os sindicatos tiveram a garantia do Governo de que não seria arguido nenhuma contestação as leis dos planos de cargos. “Foi o próprio procurador geral Miguel Josino que afirmou”, disse o diretor do Sinai.

Ele lembrou as recentes decisões judiciais do Tribunal de Justiça que garantem a implantação dos planos de cargos carreiras e salários.

Fonte: Panorama Político

NOTÍCIAS DE NOVA CRUZ/RN: DOSE DUPLA

Ontem 30 de janeiro, fez 24 anos da morte de um de um dos cantores potiguares que mais brilhou no cenário nacional, o Novacruzense Carlos Alexandre. O cantor morreu em 30 de janeiro de 1989 em um acidente de carro entre São José de Campestre e Tangará, quando voltava de um show em Pesqueira, em Pernambuco. Na época o cantor havia lançado recentemente o disco Sei, Sei. No seu repertório de sucessos, encontramos canções como "Feiticeira", "Cartão Postal", "Sertaneja" e "A Ciganinha". 
O velório ocorreu no ginásio de esportes de Cidade da Esperança e o enterro, que reuniu milhares de fãs foi no cemitério de Bom Pastor, no dia 31 de janeiro. Segundo matérias publicadas na época, ele foi sepultado ao som da multidão cantando Feiticeira.
Adicionar legenda
Imagem do Acidente

Nascido em Nova Cruz, ele alcançou o sucesso aos 21 anos, talvez tenha sido um dos norte-rio-grandenses que mais brilhou na música nacional. Deixou 200 composições gravadas em três compactos e 14 LPs (sendo dois LPs e quatro CDs uma homenagem póstuma feita pela gravadora RGE). Com esses trabalhos ganhou 15 discos de ouro e um de platina. Para se ter uma ideia da dimensão de seu sucesso, a viúva do cantor, Maria Solange de Melo Bezerra, 54 anos, até hoje, 23 anos depois de sua morte, sobrevive com os recursos provenientes dos direitos autorais que ainda recebe. 'A música dele ainda é tocada e regravada. Em todo o Brasil se escuta Carlos Alexandre. Recebo direitos autorais até de rádios de Portugal’.

Entre em Contato conosco:
novacruzoficial@hotmail.com
Siga-nos no Twitter: @NovaCruzOficial

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

IFRN - Campus Nova Cruz lança editais para cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC)


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - Câmpus Nova Cruz lançou dois editais para cursos de formação inicial e continuada a serem realizados no segundo semestre letivo de 2012 (primeiro semestre ano cível 2013).

No EDITAL Nº 01/2013 – DG/NC/IFRN, é ofertado o curso "Um Olhar sobre o Patrimônio Artístico e Cultural" com carga horária de 40 horas/aulas. São oferecidas 30 vagas, sendo 16 para a comunidade em geral, 07 para o servidores do Câmpus Nova Cruz e 07 para os alunos do Câmpus Nova Cruz. As vagas serão preenchidas por sorteio que se realiza-rá no dia 14 de fevereiro de 2013 sendo divulgado no site do IFRN no dia 15 de Fevereiro. Para fazer o curso é necessário estar cursando ou ter concluído o Ensino Médio e possuir uma maquina fotográfica digital como material de curso. O início das atividades esta marcado para o dia 19 de fevereiro de 2013.

Já no EDITAL Nº 02/2013 - DG/NC/IFRN, é ofertado o curso "A História no Cinema e o Cinema na História" com carga horária de 60 horas/aulas. São oferecidas 30 vagas, sendo 20 para a comunidade em geral, 10 para o servidores do Câmpus Nova Cruz. As vagas serão preenchidas por sorteio que será realizado no dia 15 de fevereiro de 2013 sendo divulgado no site do IFRN no dia 18 de Fevereiro de 2013. Para fazer o curso é necessário estar cursando ou ter concluído o Ensino Médio. Os encontros terão início no dia 20 de fevereiro de 2013 às quartas-feiras, no horário de 13h as 17h na sala de Videoconferência do Câmpus.

As inscrições serão efetuadas no período de 28 de janeiro a 08 de fevereiro de 2013, na Secretaria Acadêmica IFRN – Câmpus Nova Cruz, localizado à Avenida José Rodrigues de Aquino Filho, Nº 640, Bairro Alto de Santa Luzia - Nova Cruz/RN, no horário de 8h00 às 12h00 e de 13h00 às 17h00.


No NovaCruzOficial do IFRN
Fonte: Nova Cruz Oficial

Lula articula para ter Eduardo Campos como vice de Dilma em 2014

A Folha de São Paulo destaca a intenção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ter o governador Eduardo Campos (PSB-PE) como eventual vice de Dilma Rousseff na disputa presidencial de 2014. Como o PMDB ocupa hoje a vaga, a ideia seria o PT abrir mão de disputar o governo de São Paulo para apoiar o peemedebista Gabriel Chalita, candidato à prefeitura da capital paulista em 2012.

A troca ainda não foi discutida com Michel Temer (PMDB-SP), atualvice-presidente da República, e deve encontrar resistências tanto no PMDB quanto no PT. A proposta de Lula começa a circular justamente quando a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República vem sendo especulada com mais força.

Fonte: Robson Pires

MAIS UMA VEZ OS BLOGS DA ANE/RN E EDUAGRESTE FICA ENTRE OS 10 + ACESSADOS DO MÊS, OBRIGADO!!!

1º TOP 10 Nova Cruz do Ano; Os sites e blogs da cidade mais acessados de Janeiro

Ranking dos blogs e sites com melhor desempenho de Nova Cruz, segundo o Alexa.com


O site Norte-Americano de grande credibilidade Alexa.com avalia o desempenho dos sites e blogs de todo o mundo na Internet. A pesquisa foi feita no dia 31 de Janeiro de 2013 e foram pesquisados 35 sites e blogs da cidade de Nova Cruz. 

A análise é feita em cima do tráfego de visitantes e a popularidade que os blogs e sites têm, e quanto menor o valor do tráfego apurado, mais acessado é. Os resultados da pesquisa são de responsabilidade do Alexa.Com

TOP 10 Nova Cruz de Janeiro/2013


1º NovaCruzOficial
2º Xuá do Agreste
3º Lenilson do Agreste

4º ANE "Ligada em Você"
5º Folha do Agreste

6º Portal F6
7º Blog do Profº João Maria
Alexa Traffic Rank: 10,555,255


8º De Olho na Política

9º Dr.  Guto
http://www.drguto.com.br/  Alexa Traffic Rank: 13,943,491

10º Rádio 107 FM
www.radioagrestefm.com.br/  Alexa Traffic Rank: 14,743,735

Lula se encontra com Fidel em Cuba e homenageia Chávez


LEITOR DA VEJA


CARTAZ DA COPA FAZ HOMENAGEM AO PSDB?

O cartaz da FIFA para a Copa de 2014 apresenta uma detalhe curioso. No desenho que forma o contorno do Brasil, na altura do estado de SP, aparece um tucano, como a lembrar "Esse território é nosso". Teria sido um ato falho da agência Crama Design?

Fonte: saraiva 13

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

CONSULT: NA DISPUTA ENTRE VICE E TITULAR, ROBINSON DERROTARIA ROSALBA EM 2014

No quadro que se configura como mais provável na sucessão da governadora Rosalba Ciarlini, onde ainda seriam incluídos os candidatos dos chamados partidos nanicos, o vice-governador Robinson Faria derrotaria a atual gestora.
Eis os números:
  • Robinson Faria (PSD) - 35.76%
  • Rosalba Ciarlini (DEM) - 18.18%
  • Nenhum - 27.65%
  • Não sabe dizer - 18.41%
No RgN do Site ESOemFoco
Category:
 
Fonte: RGN NO AR

PRESIDENTE DO CPC/RN E CPC DA ANE/RN REUNIU-SE AINDA POUCO COM MEMBROS DA AFEC E ASSURF EM BAÍA FORMOSA/RN

 Galera da AFEC, no centro Alan Jones - ASSURF e Eduardo Vasconcelos(direita)
Elaine e Eduardo, um carinho especial
 O "veterano" surfista, Eduardo Vasconcelos
 Grande Bruno, 4º Lugar no último Campeonato Municipal-BF/2012

 Uma reunião diferente, junto a NATUREZA

 Membros da AFEC-BAÍA FORMOSA-RN, defendendo a cultura local
 Elaine e Sayara, duas seccretárias de peso - AFEC
 Eduardo Vasconcelos e Sayara, ambos pelo Bem Comum

Hoje a tarde na "Barraca do Cócota" localizado na Praia da Cacimba - Baía Formosa/RN, o presidente do Centro Popular de Cultura - CPC DA ANE/RN e do CPC/RN, Eduardo Vasconcelos reuniu-se com representantes da AFEC - Associação Formosense de Esporte e Cultura e ASSURF - Associação dos Surfistas Formosenses com objetivos de deliberar  propostas e encaminhamentos das duas entidades e ações do CPC DA ANE/RN e CPC/RN.

Representando a ASSURF estava o Grande Campeão, Alan Jones referência do surf mundial e membros da diretoria da AFEC, Francisco NELSON, Sayara, Elaine e Zenóbio.

Eduardo Vasconcelos passou os informes, esclareceu alguns pontos com relação as duas entidades que estão em fase de legalidade e em seguida abriu espaço para o Alan Jones, que agradeceu o convite formal, elegiou a atitude do CPC/RN  e CPC DA ANE/RN em procurar ajudar a galera de Baía Formosa nas áreas do surf, esporte e cultura e  disponibilizou-se a ingressar na luta.  Alan Jones também é sócio fundador da ASSURF.  No final de falação Alan Jones propõs uma grande reunião para o dia 04 de março no mesmo local para definir os pontos das assembleias gerais que ocorrerá dia 09 de março no Executivo, ás 19h.  Todos concordaram.  Encerrando a reunião Eduardo falou da necessidade de continuarem com o mesmo objetivo de fortalecer as duas entidades, únicas formas de defender a juventude e em especial os esportistas formosenses. Em seguida apareceu nossas diretoras retardatárias, Larissa e Valéria, mas tiveram a oprtunidade em primeira mão de ficarem sabendo das futuras ações da ASSURF E AFEC.

Eduardo Vasconcelos agradeceu as palavras do Alan Jones e todos posaram para as fotos.

71% da população do RN desaprova Governo Rosalba,diz pesquisa

A Consult caiu em campo para aferir as intenções de votos referente as eleições de 2014. Foram entrevistadas 1700 pessoas no Rio Grande do Norte, distribuída em toda área geográfica do Estado, representado por 10 regiões, em 58 municípios. entre os dias 25 a 28 de janeiro tendo como referencia os dados do TRE.

De uma maneira geral o(a) sr.(a) (você) Aprova ou Desaprova o governo da Governada Rosalba, para o RN?

Fonte: Gláucia Lima

FALTA DE COMPROMISSO COM A SAÚDE NA GESTÃO PASSADA


SAÚDE: Falta de Informações da Gestão passada para o SIOPS/SAÚDE em 2012, leva promotor a instituir recomendação ao município de Nova Cruz.

Desde 2000, os municípios brasileiros são obrigados a a preencher o Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos - SIOPS. Ou seja, o que receberam e como gastaram esses recursos.
No caso da Saúde, de acordo com a NOAS (Norma Operacional de Assistência a Saúde 2002), o preenchimento do SIOPS passou a ser requisito para a habilitação dos municípios na Gestão Plena do Sistema ou na Gestão Plena da Atenção Básica Ampliada. A partir de julho de 2002 o SIOPS passou a integrar o Relatório Resumido da Execução Orçamentária da Lei de Responsabilidade Fiscal, sendo o seu preenchimento obrigatório. Essas informações eram declaradas anualmente. Porém desde 2002, elas passaram a ser requisitadas semestralmente.
No entanto, muitos maus gestores insistem em não informar o SIOPS/ Saúde. No caso do Rio Grande do Norte, vários municípios não declararam informações ao SIOPS/Saúde no ano de 2012, seja do 1 semestre, seja do 2 semestre, seja do ano todo. E pasmem senhores, Nova Cruz, é um destes municípios que não declararam informações ao SIOPS durante todo o ano de 2012, conforme a listagem divulgada em Janeiro pelo link:http://siops.datasus.gov.br/consmunnaotransm.php.
A preocupação com estes municípios, que na gestão passada não delcararam informações ao SIOPS/Saúde, em 2012, fez com que o Ministério Públicoenviasse Recomendações aos atuais gestores para tomarem providências que possam regularizar tal situação, uma vez que o Ministério da Saúde determinou o prazo final para esse fim até 30 de Janeiro deste ano. A falta destas informações prejudica o Município,
O Promotor de Justiça - em substituição - de Nova Cruz, Dr. Pedro Lopes de Lima Júnior enviou portanto a Recomendação de número 001/2013.
Em tal recomendação, o Promotor afirma que, " de acordo com levantamento realizado pelo CAOP, através do sítio http://portalsaude.gov.br, o Município de Nova Cruz/RN não prestou contas no SIOPS no período de 2012, comprometendo assim o exercício pleno docontrole social, consoante preceituado pelo artigo 33 da Lei Federal n. 8.080/90 e pelo Parágrafo 2, do artigo 1 da Lei Federal n. 8.142/90". E recomenda que o atual Prefeito e a atual Secretária de Saúde tomem as devidas providências para o repasse das informações necessárias ao SIOPS.
O Prefeito Cid Arruda afirmou que já enviou a Recomendação do Ministério Público à Procuradoria Geral do Município, como determina o Ministério da Saúde para as providências e medidas cabíveis a este fato.
Caso a Procuradoria não encontre documentos necessários ao preenchimento do sistema deixados pela gestão passada, "o gestor municipal atual deverá tomar todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis no caso concreto. Com isso, deverá ser encaminhada à equipe responsável pelo SIOPS toda documentação que comprove as medidas adotadas, de forma a dar subsídios à equipe para classificação do ente federado como “Sem Balanço” – SB no sistema. Deverão ser levadas em consideração as disposições da Constituição Federal, da Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, e as recomendações do seu Tribunal de Contas".
A orientação do Ministério da Saúde ainda dispõe que: 
"1 - O Procurador do Município deverá ajuizar ação contra o prefeito anterior, por:
- Improbidade administrativa ou;
- Prestação de Contas ou;
- Ordinária de Ressarcimento ou;
- Requerer ao Tribunal de Contas da União Tomada de Contas Especial.
2- Enviar para Ministério da Saúde / SIOPS:

Ofício justificando o não preenchimento do SIOPS relativo ao ano X, anexado de cópia protocolada, no cartório judicial, da inicial da ação proposta (qualquer uma acima citada), para a verificação do ajuizamento. O ofício deve ser encaminhado ao Dr. Adail de Almeida Rollo - Diretor do Departamento de Econômia da Saúde e Desenvolvimento - DESD/SE/MS.
Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS/ CGPPS/ DESD/ SE/ MS- Esplanada dos Ministérios, Bloco G, Anexo B, sala 453B
CEP: 70058-900 Brasília – DF
Fones:(61) 3315-3172 / 3175
Fax : (61) 3315-3176" 
A verdade é que, a atual gestão encontrará dificuldades para repassar tais informações ao MS. O ex prefeito - Flávio Azevedo - não repassou essas informações que eram da gestão dele, o que demonstra total descontrole com a administração pública e que resultou neste cáos administrativo que foi deixado. Sem falar na falta da efetividade da Transição coforme determina o Tribunal de Contas, o que também prejudicou o conhecimento desses dados da área da saúde por parte da atual gestão.
Em síntese, por causa da falta da prestação de contas e de informações do ano de 2012, da área da Saúde, promovidos pelo ex Prefeito - Flávio Azevedo,  o povo novacruzense poderá sofrer com a falta de ações na área da saúde, devido aos possíveis cortes nos recursos e de outras punições por parte do Ministério da Saúde ao nosso Município, caso não se consiga regularizar a situação.
Com certeza, o fato será um dos temas principais do programa NAÇÃO NOVA CRUZ deste próximo sábado, 02 de Fevereiro, na Rádio Agreste FM, a partir do meio dia. Vamos aguardar.
Fonte: Lenilson Cunha

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

IGREJAS ARRECADAM R$ 20 BILHÕES NO BRASIL EM UM ANO


Flávia Foreque, Folha de S. Paulo

“Em um país onde só 8% da população declaram não seguir uma religião, os templos dos mais variados cultos registraram uma arrecadação bilionária nos últimos anos.

Apenas em 2011, arrecadaram R$ 20,6 bilhões, valor superior ao orçamento de 15 dos 24 ministérios da Esplanada --ou 90% do disponível neste ano para o Bolsa Família.

A soma (que inclui igrejas católicas, evangélicas e demais) foi obtida pela Folha junto à Receita Federal por meio da Lei de Acesso à Informação. Ela equivale a metade do Orçamento da cidade de São Paulo e fica próxima da receita líquida de uma empresa como a TIM.

A maior parte da arrecadação tem como origem a fé dos brasileiros: R$ 39,1 milhões foram entregues diariamente às igrejas, totalizando R$ 14,2 bilhões no ano.”

Foto: Sérgio Lima/Folhapress
Matéria Completa, ::AQUI::
Fonte: Saraiva 13

PORTAL FNDE 2012 - RESOLUÇÃO /CD/FNDE Nº 10, DE 31 DE MAIO DE 2012

http://www.fnde.gov.br/fnde/legislacao/resolucoes/item/3520-resolu%C3%A7%C3%A3o-cd-fnde-n%C2%BA-10-de-31-de-maio-de-2012
Consolidar os documentos legais exigidos para efetivação das transferências de recursos oriundos do orçamento fiscal e da seguridade social da União, no âmbito do FNDE.

SANTA MARIA E A LEI DE MURPHY


Sempre que ocorrem tragédias como a que se abateu sobre Santa Maria (RS), parece que a sociedade descobre “de repente” problema que é antigo e para o qual, apesar dos precedentes, nunca ninguém jamais deu bola. Isso, porém, só ocorre porque tantas outras tragédias coletivas, oriundas de uma conjunção de fatores perversos, terminaram no ostracismo.
No entanto, estamos carecas de saber que tragédias como o incêndio na boate “Kiss”, na aprazível cidade gaúcha, são possibilidades vigentes em quaisquer espaços, abertos ou fechados, nos quais  grandes contingentes de pessoas se aglomeram.
Em 2004, em Assunção, no Paraguai, ocorreu um número parecido de vítimas em incêndio no supermercado Ycuá Bolaños. E as semelhanças não param no número de vítimas. Em maioria, as vítimas paraguaias morreram pela mesma causa que as gaúchas: asfixia.
O supermercado tinha três andares e um complexo comercial com restaurantes, escritórios e estacionamento subterrâneo. Houve explosões no primeiro andar. Como em Santa Maria, o pânico também tomou conta das pessoas. Os seguranças do supermercado, assim como se suspeita que possam ter feito os seus equivalentes gaúchos, fecharam as portas para evitar que as pessoas saíssem sem pagar.
A tragédia paraguaia foi um pouco maior do que a gaúcha. O relatório final das autoridades paraguaias confirmou 374 mortos, 9 desaparecidos e quase 500 feridos. A causa seriam instalações defeituosas para condutos de gás inflamável, que explodiu causando o incêndio.
Note, leitor, que se trata de estabelecimentos de naturezas distintas, com prováveis causas distintas, mas que, entre si, guardam uma semelhança fundamental: derivaram da tolerância com a falha, com a assunção de riscos “calculados”, conceito que está por trás da tragédia gaúcha, da paraguaia e de tantas outras por todo o mundo, desde casas noturnas, supermercados, cinemas e teatros  até hospitais, entre tudo mais que pode ser vítima da tolerância com o previsível.
Há, inclusive, epigrama da cultura ocidental que se tornou quase um lugar comum e que explica essa tragédia que ora se abate sobre o Brasil, mas que ocorre com muito mais freqüência do que supomos e com base nos mesmos fenômenos de incompetência e descaso administrativo e organizacional.
O que está na raiz dessas desgraças anunciadas é a inobservância da surrada “Lei de Murphy”, que reza que “Se qualquer coisa puder correr mal, irá correr mal”.
O Murphy que deu nome à teoria, para quem não sabe, é o engenheiro aeroespacial norte-americano Edward A. Murphy. Certa feita, encarregado de conduzir um teste de tolerância à gravidade por seres humanos, viu o experimento falhar devido a sensores que funcionaram mal. Isso ocorreu porque a instalação do equipamento foi feita de forma errada.
Frustrado, Murphy disse a frase que se tornaria célebre adágio: “Se esse cara tem algum modo de cometer um erro, ele o fará”. Dessa frase, decorreu a assertiva de que “Se existe mais de uma maneira de uma tarefa ser executada e alguma dessas maneiras resultar num desastre, certamente será a maneira escolhida por alguém para executá-la”.
E o que foi o desastre de Santa Maria se não uma tarefa mal-executada? A tarefa dos organizadores do evento, das autoridades locais e até da universidade que intermediou sua realização era “cercar” os fatores que poderiam dar errado. Ignoraram, pois, a boa e velha Lei de Murphy.
Nos próximos dias, confirmar-se-ão os absurdos da organização do evento de Santa Maria. O uso de “fogos de artifício” em um ambiente fechado é um absurdo tão grande que, só aí, já bastaria para definir o nível de desprezo por qualquer protocolo de segurança. Como um show tão concorrido (2 mil pessoas) é organizado sem que seus detalhes sejam submetidos à aprovação das autoridades?
Nem vamos falar da insuficiência das saídas de emergência ou dos seguranças que, sem instrumentos para saber o que estava ocorrendo do lado de dentro, possam ter impedido pessoas de sair. Há falhas muito mais óbvias, tais como o forro do ambiente, que, se obedecesse a normas de segurança exigíveis por lei, não pegaria fogo, pois deveria ser de material anti-inflamável.
Logo, portanto, surgirão propostas de novas leis e normas para os estabelecimentos comerciais e demais espaços que atraem grande afluxo de pessoas. Tudo bobagem. Não são necessárias. Regulamentação existe, e muita. O que não existe é cumprimento da regulamentação e, obviamente, fiscalização dessa regulamentação.
Há que refletir, pois, sobre como fazer para que espertalhões parem de correr riscos com a vida alheia ao ignorarem que deixar pontas soltas em questões como normas de segurança é certeza absoluta de que tragédias ocorrerão. E a melhor forma de desestimular esse tipo de mentalidade “empresarial” é punir exemplarmente quem a adota ou facilita.
Fonte: Blog da Cidadania (Eduardo Guimarães)

A LUZ QUE QUEIMA OS OLHOS DA IMPRENSA NÃO DEIXA O POVO CEGO


Estou aqui a pensar o que leva os megaempresários da imprensa, dos meios de comunicação comerciais e privados a nadar contra a maré ou a dar tiros em seus pés quando se trata de favorecer não somente o povo brasileiro, mas também a classe empresarial, dona e responsável pelo setor produtivo e que tem importantíssimo papel no que tange ao desenvolvimento da sociedade brasileira em todos os sentidos.

A presidenta trabalhista, Dilma Rousseff, anuncia a queda nos preços da luz, da energia, com o apoio quase unânime da população e dos empresários da Fiesp e da Fierj, além de outras federações do País. De forma incoerente e inconsequente, os donos de O Globo, Folha de S. Paulo e Estadão publicam editoriais contrários à diminuição dos preços de energia, fato este essencial para que o chamado custo Brasil tão criticado pelas famílias midiáticas e seus especialistas de prateleiras durante anos a fio, e que agora, de maneira oportunista e raivosa, questionam a decisão do Governo trabalhista e publicam palavras tão ridículas e sem sentido que até setores ideologicamente conservadores do mundo empresarial estão literalmente de saco cheio dos barões da imprensa de tradição golpista, pois os considero a categoria do empresariado mais reacionária e atrasada — a verdadeira lástima.

Como se percebe, tal empresariado midiático é e sempre vai ser contra os interesses do Brasil, porque eles são parte de uma plutocracia mundial que não tem pátria e muito menos sentimento de brasilidade. Eles são alienígenas e como tal não comportam em suas ações e atitudes a busca ou a luta para que o Brasil e seus cidadãos tenham acesso a uma vida de melhor qualidade, que propicie a conquista plena da cidadania e, consequentemente, sua emancipação.

Por isto e nada mais do que isto são publicados artigos e editoriais despidos de coerência e inteligência, porque essas palavras não fazem parte do dicionário da direita reacionária e herdeira da escravidão, que, de forma soberba e, por conseguinte, intolerante, negam o que pregavam e não se importam sequer com o que seus leitores pensam a respeito de tanta desfaçatez. Os barões da imprensa, realmente, querem ver o circo pegar fogo e assim darem continuidade a seus atos de oposição irada e feroz, porque eles sabem muito bem que o que está em jogo é a eleição presidencial de 2014, e ter de ver seus candidatos de direita derrotados pela quarta vez pelos trabalhistas é pior do que cortar os punhos.

Essa gente rancorosa e ressentida, que não desiste nunca vai fazer o possível e o impossível para derrotar o PT e seus aliados. Não importa se seus candidatos do PSDB ou de outro partido que o valha incorram em erros politicamente graves, a exemplo do mais recente, como no caso da queda dos preços da luz e da energia. Os líderes do PSDB e os barões da imprensa optaram por defender, evidentemente, os interesses das multinacionais e de seus rentistas, acionistas de empresas retransmissoras de energia que foram privatizadas, como ocorreu com o alter ego de FHC — o Neoliberal —, o senador tucano Aécio Neves, pré-candidato a presidente.

Não importa também para os editorialistas da imprensa de negócios privados se os governadores do Paraná, de São Paulo, de Minas Gerais e de Goiás, todos eles tucanos, e o de Santa Catarina, do PSD, boicotaram e ainda boicotam o programa do Governo Federal para baixar os preços das tarifas de energia elétrica. O que importa, sobremaneira, é fazer oposição sistemática e por isso irracional e perversa, mesmo se a energia custar menos para as empresas midiáticas familiares, monopolizadas, que, obviamente, vão ser beneficiadas.

Agora, a pergunta que teima em não calar: os empresários da mídia de mercado vão abrir mão das tarifas a preços mais baixos para o consumo de energia? Respondo: não! E por quê? Porque empresário de imprensa e seus áulicos não dão ponto sem nó, apesar de seus imensos complexos de vira-latas e de suas mentes colonizadas e alienígenas. Contudo, e apesar de tudo, o Governo trabalhista de Dilma Rousseff vai continuar a efetivar programas e projetos para que a economia brasileira se fortaleça e continue a ofertar o pleno emprego, o que não acontece na Europa e nos EUA, coisa que a imprensa burguesa há alguns anos tentou esconder — censurar.

A economia vai crescer este ano, porque as bases para isso foram implementadas pelo Ministério da Fazenda cujo ministro, Guido Mantega, tornou-se alvo da imprensa conservadora que quer sua saída, como se o Mantega não fosse um dos principais responsáveis pelo Brasil estar a viver um ciclo formidável de desenvolvimento social e econômico. A caravana passa e a oposição grita. É seu direito de se expressar, inclusive direito constitucional. A luz que queima os olhos dos barões da imprensa não deixa o povo cego. É isso aí.
Davis Sena Filho
No Palavra Livre

Fonte: Saraiva 13